Em Manaus, campanha de prevenção ao suicídio abre com ações de conscientização sobre a valorização da vida

By -

setembro-amarelo-dpe-am-1A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), em parceria com a Associação Amazonense de Psiquiatria (AAP), abre a campanha Setembro Amarelo, voltada à prevenção ao suicídio e de valorização da vida, com ações de panfletagem sobre causas mais comuns do suicídio e as possibilidades de prevenção. A primeira mobilização ocorreu na noite de sábado, 10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, e seguirá com programação na terça-feira, dia 13 de setembro, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), e no dia 18, no calçadão da praia da Ponta Negra.

Segundo a AAP, 96% das pessoas que se suicidam tinham problemas psiquiátricos não tratados de forma adequada. Pablo Gnutzmann destaca, entre as principais causas, os transtornos mentais, como os de humor e depressivos e aqueles relacionados ao uso de álcool ou drogas ilícitas.  Dados da Associação Brasileira de Psiquiatria indicam que no Brasil há, por ano, em média, 11 mil suicídios, e o Amazonas ocupa o 11° lugar no ranking dos Estados com maior número de casos.

setembro-amarelo-dpe-am-3Programação Setembro Amarelo – Além da panfletagem, alguns prédios públicos recebem iluminação na cor amarela neste mês, como o Palácio da Justiça, a Arena da Amazônia e Assembleia Legislativa.

A campanha também terá a realização de um simpósio de palestras no auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), no dia 13 de setembro, das 9h às 12h. As palestras serão ministradas por Cleber Naief e o vice-presidente da AAP, Pablo Gnutzmann Pereira, e vão abordar os fatores de risco e as formas de prevenção ao suicídio. O evento é gratuito e aberto ao público.

setembro-amarelo-dpe-am-2No dia 18 de setembro, a DPE-AM coordena panfletagem no calçadão da Ponta Negra, a partir das 8h. Participam da ação, assistentes sociais e psicólogas da instituição e voluntários, além de profissionais da Psiquiatria.

Roberto Brasil