Em dois meses, Governo do Estado entregou aproximadamente quatro mil títulos de propriedade de terra em Manaus

By -

Aproximadamente quatro mil títulos definitivos de imóveis foram entregues pelo governador Amazonino Mendes nos últimos dois meses, na capital amazonense. A mais recente entrega ocorreu neste sábado (03/02), na Escola Estadual Thomé de Medeiros Raposo, Conjunto Hiléia, bairro Redenção, zona centro-oeste, onde mil famílias, que esperaram em média 30 anos pelo título, foram beneficiadas com o documento de propriedade.

O governador Amazonino Mendes informou que no próximo dia 15 de fevereiro, o Governo do Estado desembarca no interior para entregar mais de dois mil títulos. “O que estamos fazendo hoje é uma obrigação natural decorrente do  nosso dever administrativo e é por isso que nós vamos levar também esse benefício para o interior”, destacou o governador, enfatizando que o Estado dá segurança jurídica aos lares das famílias. “Oportunidade de ajudar as famílias. E nada mais importante que o lar, a casa, a segurança da propriedade para si, para seus filhos. Estou muito feliz porque estamos com esse projeto em curso, com quatro mil títulos”, completou.

Amazonino destacou o trabalho realizado pela Secretaria de Estado de Política Fundiária (SPF), mas ressaltou que o estado ainda precisa avançar mais para corrigir o tempo perdido na entrega de títulos definitivos aos cidadãos. “Todo mundo quer ter sua casa, o título da sua casa. Nós estamos muito atrasados. O estado foi muito leniente. Vamos recuperar isso. E rápido!”, comentou o governador, que assumiu o comando do Executivo Estadual, em outro do ano passado, após eleição suplementar.

Interior – Conforme a secretária da SPF, Paula Kanzler, a partir do dia 15 deste mês, mais de duas mil famílias do interior do estado serão beneficiadas com os documentos de propriedade de terra. “Nós vamos desembarcar no interior para entregar mais de dois mil títulos definitivos de terra. Vamos começar por Coari, Codajás, Novo Airão e Boa Vista do Ramos”, informou Paula.

Ela orientou aos moradores que receberam o documento neste sábado que procurem o cartório informado pela própria secretaria para que registrem os títulos. “Tem de procurar o cartório, é de graça. E só é dono do imóvel quem registra o titulo”, frisou a secretária.

Redenção – A cabeleireira Maria Luíza, 54, moradora há 32 anos do bairro Redenção, zona centro-oeste, agradeceu ao governador Amazonino pela ação realizada pela Secretaria de Política Fundiária. “Durante esse tempo todo eu esperei e nunca apareceu ninguém para dar. E hoje ele vai cumprir. Porque o Amazonino não promete. Ele faz! Ele vai dar para o bairro da Redenção o título definitivo, a coisa mais esperada pelos  moradores”, destacou a cabeleireira.

Roberto Brasil