Em Atalaia do Norte, homem é preso com diversas munições exclusivas do Exército

By -

armamento-exercito-apreensao-5Policiais que atuam na Estratégia Estadual de Segurança Pública de Fronteira (Esfron), coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em ação integrada com a Polícia Civil, realizaram a prisão de Kenedi de Souza Nogueira, 34 anos, que possuía um arsenal de munições de uso restrito do Exército na casa onde morava em no município de Atalaia do Norte (cerca de 1.136 quilômetros de Manaus). 


armamento-exercito-apreensao-4No quarto da casa onde ele morava foram encontrados: um punhal, um facão, uma pistola preta 380, 50 munições calibre 9mm, 22 munições calibre 380, uma munição calibre ponto 50, 203 munições calibre 762 e 28 cartuchos calibre 16.

Segundo o tenente José Ribeiro, que estava comandando a operação, a equipe do Esfron foi chamada para atuar na ocorrência com o delegado do município, Saulo Rodrigues Leotty e policiais civis e militares do município. “Quando chegamos ao local, nos equipamos com armas não letais para proteger a integridade do individuo, e nos encaminhamos até sua residência para as buscas, no entanto o suspeito não se encontrava no momento”, disse tenente Ribeiro.
armamento-exercito-apreensao-3A equipe do Esfron e o delegado Saulo de Atalia do Norte pediram autorização do pai de Kenedi para entrarem na casa. Os policiais iniciaram a revista e se depararam com o quarto do procurado, trancado. Após a autorização do pai para terem acesso ao quarto, os policiais entraram pela janela.

No quarto foram encontrados vários tipos de munição, cerca de 300 no total, de uso restrito do exército. Os policiais encontraram também uma quantia de cocaína, pronta para o comércio. As buscas continuaram pelos demais cômodos da casa, com autorização do delegado.
armamento-exercito-apreensao-1No momento da revista, Kenedi chegou armado, apontando a arma para os policiais. Tenente Ribeiro iniciou uma negociação com o suspeito, que estava drogado, dificultando a conversação. Em determinado momento, Kenedi avançou em um dos policais militares, foram feitos disparados com tiros de elastômeros no braço e perna do suspeito, que soltou a arma e foi imobilizado pelos policiais.

De acordo com o tenente Ribeiro, a ocorrência foi dificultada com a interferência da família de Kenedi, mas as equipes estavam preparadas e conseguiram contornar a situação. “Os familiares que estavam na residência no momento da abordagem, quiseram se intrometer na abordagem, em defesa do suspeito. Todos os policiais envolvidos agiram com muito preparo e conseguimos efetuar a prisão”.
armamento-exercito-apreensao-2Kenedi foi conduzido primeiramente para receber os primeiros socorros, e depois encaminhado para o 50º Distrito Integrado de Polícia (50º DIP) em Atalaia do Norte para os procedimentos de flagrante, ele ainda não tinha passagem pela polícia. Segundo investigações, Kenedi pode ter ligação ao comércio de munições e drogas, já que em seu quarto foi encontrada projétil usado em artilharia antiárea, além de numerosos projéteis de diversos calibres.

Roberto Brasil