Em 2015, mais de 2,1 mil assaltos já foram registrados nos ônibus de Manaus

By -

assaltoUm levantamento realizado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), aponta que de janeiro à setembro de 2015, as dez empresas que operam no transporte coletivo de Manaus, sofreram 2.119 assaltos, uma média de 7 assaltos por dia. As empresas já contabilizam um prejuízo de mais de R$ 345,3 mil.

Em 2014, ocorreram 691 assaltos, que gerou um prejuízo de R$ 235,4 mil. As regiões onde os crimes acontecem com mais frequências são as zonas Norte e Leste, onde se concentram o maior número usuários, cerca de 400 mil.

Para o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, uma das alternativas para diminuir esse índice de crimes nos coletivos, é atualização dos cartões passafácil para o pagamento da tarifa.

“Diminuindo o fluxo de dinheiro dentro dos coletivos, podemos reduzir esse índice de assaltos. O prejuízo não é só o financeiro, mas principalmente o psicológico dos colaboradores. O valor que já foi perdido, até agora, dava para adquirir um ônibus novo”, destacou Borges.

Ainda de acordo com o assessor, em todos os casos os colaboradores são orientados a registrar o Boletim de Ocorrência (BO). A empresa cede as imagens das câmeras de segurança dos veículos para a polícia tentar identificar os infratores.

Motorista esfaqueado

Na tarde do último dia 12, o motorista Marcos Antonio Nunes, que opera a linha 418, foi atingido com duas perfurações nas costas, durante um assalto. O crime aconteceu na BR-319, nas proximidades do bairro Mauazinho, zona Leste. Segundo informações da Polícia Militar, o assalto foi cometido por quatro homens e uma mulher, que roubaram objetos dos passageiros, a renda do cobrador e esfaquearam o motorista.  O estado de saúde da vítima é estável e o mesmo está recebendo acompanhamento da empresa.

Roberto Brasil