Eletrobras entrega 159 novos grupos geradores para 56 municípios do Amazonas e inaugura Luz Para Todos em comunidades do Careiro Castanho

By -

DSC_6680

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, participou nesta quinta-feira (24), da solenidade de entrega de 159 grupos geradores para 91 localidades de 56 municípios do interior do Amazonas, uma ação histórica e inédita para o Estado. O evento foi realizado no Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA), Zona Oeste de Manaus.

O investimento da Eletrobras Distribuição Amazonas para aquisição dos novos grupos geradores foi de R$ 160 milhões, que irá beneficiar 1.622.000 habitantes em 315.000 unidades consumidoras de 91 localidades dos 56 municípios, totalizando 124,8 MW de geração de energia para o Amazonas. Atualmente, a Eletrobras Distribuição Amazonas possui 380 MW instalados no interior. Com a soma de 124 MW destes novos 159 geradores será ampliada a geração do interior em 32,6%.

DSC_6987

De acordo com o diretor-presidente da Eletrobras Distribuição Amazonas, Antonio Carlos Faria de Paiva, esses novos grupos geradores irão atender a substituição de motores ineficientes ou com fim de vida útil, assim como atender toda a demanda de carga das localidades. “Os equipamentos serão instalados em todos os municípios até maio, e com isso, o interior terá energia elétrica o suficiente para atender a demanda de carga, evitando assim, problemas de geração de energia nas Usinas Termelétricas (UTE) do interior do Estado”, explicou.

“No ano de 2015, nós atendemos 5.000 domicílios por meio do “Programa Luz Para Todos”, este ano iremos atender mais 12.000 unidades consumidoras e 1.500 residências por meio do sistema fotovoltaico, e com isso iremos acrescentar mais carga ao nosso sistema, tendo assim, uma geração mais confiável no interior do Amazonas. No decorrer de 2016, o total de investimento em geração e distribuição de energia será de aproximadamente R$ 400 milhões, e no Programa Luz Para Todos será investido cerca de R$ 280 milhões”, acrescentou Paiva.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, até o final de 2016, será implantando por meio de leilões de produtores independentes de energia, mais 400 MW. “Hoje estamos dando um passo importante no interior do Amazonas, algo que não conseguíamos há muito tempo, onde estamos aumentando a capacidade de geração de energia em 91 localidades. Os 380 MW atualmente instalados no interior, será revitalizado com máquinas novas e ampliado em quase 100.000 kW, tudo para garantir energia de qualidade, gerando emprego, renda e oportunidades de desenvolvimento social por meio de políticas públicas”, comemorou.

DSC_6714

“Dos R$ 6 bilhões que anunciamos em abril de 2015, referente ao quadriênio, já estamos concluindo R$ 2 bilhões de investimento no Amazonas. A presidenta Dilma Rousseff assinou esta semana um decreto juntamente ao Ministério de Minas e Energia, que transformou as linhas de transmissão de 138 kV em linhas do sistema de rede base, o que permitirá a ligação de Manaus ao município de Rio Preto da Eva. O município de Itacoatiara, que há anos está vendo passar o linhão de Tucuruí, finalmente terá a linha de transmissão da subestação de Silves, passando a ter energia elétrica interligada a Belo Monte e Tucuruí”, explicou Eduardo.

Braga também falou que as localidades de Itacoatiara, Itapiranga, Silves, São Sebastião do Uatumã e Urucará estarão em um leilão que será lançado no dia 01/07/2016, com contrato assinado até setembro deste ano, para em até 24 meses possuir a linha de transmissão concluída e os cinco municípios interligados ao Sistema Interligado Nacional (SIN). “Também na data de 01/07/2016 acontecerá o leilão que interligará Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Maués, Nova Olinda do Norte, Borba e Urucurituba em uma linha de transmissão de 138 kV a subestação de Parintins, que estará interligada as subestações de Juruti e Oriximiná, interligando também a outra margem do Rio Amazonas ao SIN. Estamos fazendo também a outra linha de transmissão que liga Humaitá ao Estado de Porto Velho, interligando vários municípios do interior do Amazonas ao SIN. A localidade de Manacapuru que hoje tem uma linha de 69 kV passará a ter uma linha de 138 kV, tirando as limitações de interligação”, afirmou o ministro.

Mario Dantas