Eleita a primeira deputada do interior para o Parlamento Jovem

By -

A aluna Karlla Ramayanna Machado Ferreira, do 3º ano do Ensino Médio do Centro de Educação de Tempo Integral Izabel Desterro e Silva, localizado no município de Iranduba (a 27 km de Manaus), foi eleita, nesta sexta-feira (10), a primeira deputada jovem do interior que irá participar do Programa Parlamento Jovem. O aluno Renan Gabriel, também do 3º ano, foi eleito suplente.

O Programa Parlamento Jovem (PPJ) é realizado através da gerência de Educação Cidadã da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Os alunos eleitos serão empossados deputados jovens e no período de 15 a 25 de maio irão experimentar a rotina de um deputado estadual.

A gerente de Educação Cidadã, Cassandra Serejo, explicou que o objetivo do programa é desenvolver a consciência cívica como elemento fundamental no processo de formação de cidadãos responsáveis, críticos e ativos. Para isso o Programa iniciou as atividades desta sexta-feira (10) realizando uma palestra para os alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio abordando temas como política nacional, as funções de cada Poder, a política como parte do cotidiano, respeito ao patrimônio público, respeito e repúdio às injustiças. Em seguida, os alunos João Paulo, Karlla Ramayanna e Renan Gabriel, que apresentaram como candidatos, apresentaram suas ideias e logo depois os alunos votaram os seus representantes no Parlamento Jovem.

A coordenadora pedagógica do CETI Izabel Desterro, professora Elisalde de Souza, falou que o programa é uma oportunidade para que os jovens possam conhecer como é o funcionamento de uma Casa Legislativa e canalizem seus anseios por mudanças para que atuem ativamente na transformação de sua comunidade.

Karlla Ramayanna, disse que já conhecia o programa PPJ e tinha vontade de participar, por considerar uma oportunidade para aprender sobre política. “Às vezes, nós julgamos sem saber como é o dia a dia, como ocorre o processo”, disse. Para Karlla, o programa é também uma maneira do jovem se expressar e defender suas opiniões diante dos deputados que compõem a Aleam.

Roberto Brasil