Eike pagou dívida de R$ 5 milhões da campanha de Haddad, diz Mônica

By -

Sócia de João Santana, Mônica Moura disse ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o empresário Eike Batista pagou a ela e ao seu marido uma dívida de R$ 5 milhões remanescente da campanha de Fernando Haddad (PT). Mônica e João, com quem é casada, foram os responsáveis pela campanha de Haddad à Prefeitura de São Paulo em 2012. Eles fecharam um acordo de delação premiada já homologado pelo STF, e também falaram na ação do TSE que pede a cassação da chapa Dilma-Temer. No depoimento ao TSE, segundo ela, quem avisou que Eike Batista pagaria a dívida foi João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, no ano seguinte da eleição municipal.

“Eu procurei o Vaccari e depois de um tempo ele me chama e fala que tinha conseguido resolver. Era uma dívida de R$ 5 milhões que tinha ficado da campanha de Haddad. E disse que quem ia pagar era o Eike Batista”. A marqueteira disse que o ex-tesoureiro lhe deu, então, o contato de um senhor que trabalhava com Eike – Flávio Godinho – e que ele ia resolver.Mônica, então, disse ter ido ao escritório de Eike no Rio de Janeiro para discutir o acerto. Quem a atendeu foi Flávio , que disse que o pagamento teria de ser no exterior.Ao ser informado que o casal possuía uma conta no exterior, Godinho teria dito: “Então vou pagar lá fora”.”E foi o mesmo procedimento”, disse Mônica. Ela disse que eles fizeram um contrato de um trabalho que nunca existiu.//O Xerife

Mario Dantas