Eduardo e Vanessa precisam juntar os ‘cacos da campanha

By -

eduardo vanessa

Sen. Eduardo Braga / Sen. Vanessa Grazziotin

Concluídas as eleições, dois partidos começam a juntar os cacos – o PMDB e o PCdoB, os dois grandes derrotados este ano. O partido do governador Eduardo Braga (PMDB), só conseguiu eleger um vereador, apesar de ter insistido no pedido de voto de legenda durante o primeiro turno. Já o PCdoB não conseguiu “emplacar” sequer um vereador, confirmando um cenário já previsto por cientistas políticos.

O apego ao poder político aliado ao feudo partidário tem castrado a ascensão de novas lideranças. No PCdoB, o casal Vanessa Grazziotin/Eron Bezerra dirige com mãos de ferro todo o processo de ocupação de espaço dentro do cenário político no Amazonas. A opção por uma campanha baseada em “baixarias”, aliada a nebulosa eleição ao Senado Federal, fizeram com que Vanessa rasgasse sua história política.

O “cordão umbilical” que une o senador Eduardo Braga e o secretário de Estado de Produção Rural, Eron Bezerra, acusado pelo Ministério Público Eleitoral de vários crimes em 2010, foi determinante para que a base de Braga na Câmara Municipal e Assembleia Legislativa, rachasse, pois não foi ouvida sobre a imposição no nome Vanessa que, no apagar das luzes, substituiu a deputada federal Rebecca Garcia, como candidata do sistema à Prefeitura de Manaus, desagradando, inclusive o governador Omar Aziz. Sem planejamento e propostas, só restou à Vanessa Grazziotin observar o tucano Artur Neto voar em céu de brigadeiro.

Com o resultado, Eduardo Braga e Vanessa Grazziotin precisam recuperar as imagens arranhadas no processo eleitoral, convencerem a base “aliada” que os erros não vão se repetir e abrindo os partidos políticos – PMDB e PCdoB para novas lideranças, democraticamente.

Redação