Eduardo Cunha é chamado de ladrão e bandido em voo da ponte-aérea

By -

eduardo-cunha-p&bO ex-deputado federal Eduardo Cunha, cassado há uma semana pelos seus colegas da Câmara,  passou por momentos de grande constrangimento na manhã desta segunda (19), quando viajava do Rio para São Paulo. Cunha estava a bordo do voo 3911,  da Latam, que deixou o aeroporto Santos Dumont às 8h40, acomodado em uma das primeiras filas de poltronas. Ele viajava sozinho. 

O vôo transcorreu tranquilo até a aterrissagem em São Paulo. No momento em que o avião estacionou em frente ao terminal e Cunha se levantou da poltrona para pegar sua maleta, começou o bafafá.

Uma jovem, que viajou na fileira ao lado, sacou seu celular e começou a filmá-lo. Em seguida, começou a dizer, em voz bem acima do tom: “Eduardo Cunha, você é um bandido. Você é um ladrão. Você deveria ter vergonha de sair de casa”. O ex-deputado fez o que pode para ignorá-la, mas os demais passageiros começaram a aplaudir a jovem. Animados, alguns começaram a gritar também. “Muito obrigado por esse impeachment”, ironizou um deles. “Puxa-saco”, atacou outro. E a jovem continuou.  Assim que ele tirou a maleta do bagageiro, voltou ao ataque. “Isso, seu ladrão, pega sua malinha Louis Vuitton”.

O constrangimento do ex-deputado durou cerca de 15 minutos, até a porta da aeronave ser aberta e ele rapidamente ganhar o conector em direção ao saguão de desembarque de Congonhas. Depois que o deputado saiu do avião, a jovem ainda virou para trás e se dirigiu aos demais passageiros: “Vocês me desculpem, mas é que eu estava com isso tudo entalado na garganta eu tinha que fazer alguma coisa”. E foi novamente aplaudida.

*Com informações VEJA RIO

Roberto Brasil