Eduardo Braga participa de inauguração de parque eólico no Rio Grande do Sul

By -

Parque EólicoO ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, acompanhou a presidenta Dilma Rousseff nesta sexta-feira (27/02), na inauguração do Parque Eólico de Geribatu e o Sistema de Transmissão Associado Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul. Na cerimônia, o ministro destacou a importância que a energia elétrica tem na vida dos cidadãos. “A energia está presente no emprego, na renda, na qualidade de vida das pessoas”, disse Braga.O ministro chamou atenção para robustez do sistema elétrico brasileiro, composto principalmente por fontes renováveis de energia, e que permite integrar as diversas regiões do país com linhas de transmissão. “Temos um sistema elétrico robusto, que transforma o potencial eólico em energia”, afirmou o ministro.

No discurso, a presidenta enfatizou que o Brasil precisará sempre de energia para crescer, principalmente de energia elétrica. E lembrou que os brasileiros estão vivendo uma das piores secas da história, que impacta o fornecimento de energia hidrelétrica, que constitui a maior parte da matriz energética nacional.

“Isso não significa que vamos ter qualquer problema sério, ou mais sério, na área de energia elétrica. Não iremos ter. Porque temos todo um sistema de segurança”, mas que deve ser usado sem desperdícios.

Esse sistema, afirmou, hoje inclui a energia eólica como um importante recurso, já que é renovável. “Queremos nosso País com energia limpa e sendo campeão nessa área. Por isso, esse parque eólico também representa mais passo do Brasil para garantir a responsabilidade que temos diante da mudança do clima”, exaltou.

Com 258 MW de potência instalada (129 aerogeradores em 4,8 mil hectares), Geribatu é o maior dos três parques que compõem o Complexo Eólico Campos Neutrais, o maior da América Latina. Os dois empreendimentos juntos (parque eólico e sistemas de transmissão associados) somam investimentos de cerca de R$ 2 bilhões, orçados no PAC2. Localizado a 504 km de Porto Alegre, Geribatu atenderá a um consumo equivalente ao de 1,6 milhão de pessoas.

O sistema de transmissão associado conta com 757 km de linhas de transmissão, quatro novas Subestações (SE) e a ampliação de outras duas. O investimento é de R$ 1,06 bilhão.

Mario Dantas