Eduardo Braga inicia visita à calha do Alto Solimões por Atalaia do Norte

By -

bragaAtalaia do Norte foi o primeiro município da calha do Alto Solimões que o senador Eduardo Braga, candidato ao Governo do Estado pela coligação Renovação e Experiência, visitou em seu retorno à região. É a segunda visita que Braga faz aos municípios dessa calha durante a campanha.Já na chegada, na manhã desta terça-feira (23), as boas vindas foram dadas pelos moradores de Atalaia do Norte com bandeiras, cartazes e faixas. “Eduardo, volte para nos tirar do abandono” e “Eduardo, queremos voltar a crescer” eram alguns dos pedidos que podiam ser lidos nas faixas preparadas pela população.

Uma carreata acompanhada por muitos moradores em caminhada marcou o percurso até o palanque onde foi realizado o comício. O ex-prefeito Galate falou sobre as perdas sofridas por Atalaia do Norte durante a atual administração do Estado, como a retirada do grupo gerador de energia. “Estamos sofrendo muito. É um absurdo. Uma afronta a Atalaia do Norte”, afirmou.

Se dirigindo diretamente a Eduardo Braga, Galate lembrou as realizações do senador quando esteve à frente do Governo do Estado. “O que ninguém fez em 50 anos, o senhor fez”, disse, referindo-se à pavimentação da estrada Atalaia-Benjamin Constant. “O senhor assumiu o compromisso e, dois anos depois, a estrada estava pronta. Agora, em menos de 20 minutos estamos em Benjamin”, comemorou.

O próprio Eduardo Braga lembrou outras obras suas em Atalaia do Norte. “Quando eu fui governador, eu trabalhei aqui no Alto Solimões”, declarou. “O pessoal que não fez uma obra em quatro anos e meio, agora vem aqui para mentir. E é governador. Poderia vir aqui para entregar obras, mostrar o que fez. Eu já fiz e vou fazer muito mais”, disse.

Candidato ao senado, Francisco Praciano afirmou que a solução para os problemas de Atalaia do Norte está nas mãos de seus moradores. “O voto é o começo da solução. Vocês conhecem a história da cidade. Vocês conhecem a história de Braga. Temos que retomar o Governo. O Amazonas está sem rumo, sem planejamento. E não é só em Atalaia. É no Estado todo”, afirmou.

Mario Dantas