Eduardo anuncia Instituto da Mulher para as zonas Leste e Norte

By -

O candidato a governador Eduardo Braga garantiu, nesta segunda-feira (31), durante caminhada voltada para as mulheres, no bairro Jorge Teixeira, que, caso sejam eleitos, ele e Marcelo Ramos irão construir um novo Instituto da Mulher para atender às populações das zonas Leste e Norte de Manaus. O Instituto da Mulher Dona Lindu, construído na gestão de Eduardo sobre a planta antigo Pronto-Socorro 28 de Agosto, é hoje uma referência de atendimento humanizado no Brasil.

“Eu quero construir um novo Instituto da Mulher aqui na fronteira entre a Zona Leste e a Zona Norte para dar um atendimento humanizado para as populações dessas zonas, que merecem um tratamento digno e especializado mais próximo da sua casa”, declarou Eduardo, citando exames como o papanicolau, que é preventivo contra o câncer de colo de útero, “uma das maiores razões de morte de mulheres na região Norte do país”, lembra Eduardo.

O compromisso de Eduardo, que garantiu que a obra será feita neste período de 15 meses, referente ao período de governo suplementar, gerou grande expectativa na população, que celebrou o anúncio num coro uníssono de “Volta, Dudu!”. “O Instituto da Mulher foi muito bom, porque é um atendimento voltado só pra gente, né? O problema é que é muito longe pra quem vive aqui na Zona Leste. Foi muito bom ouvir esse compromisso do Eduardo, porque é uma necessidade muito grande para as mulheres daqui. Ganhou meu voto!” disse Marineide Honorato, dona de casa e moradora do Jorge Teixeira 4.

Plano de Emergência

O Plano de Emergência da coligação União pelo Amazonas aborda principalmente cinco áreas: segurança, saúde, educação, geração de emprego e política social. Na saúde, a meta é zerar as filas de consultas, exames e cirurgias em até 120 dias por meio de mutirões de saúde, assim como reabastecer os hospitais com remédios e material químico-cirúrgico no mesmo prazo.

Na segurança, a valorização do policial e a estruturação da polícia será o caminho para tornar o aparelho policial mais presente e atuante nas ruas. A desoneração de impostos como o ICMS da cesta básica e outros produtos de 14% para 1% irá estimular a economia, aumentando o consumo e gerando renda. Na política social, projetos como o Bom de Bola, que buscava dar oportunidade para talentos do esporte, desviando-os de maus caminhos, também voltará.

Roberto Brasil