IFAM realiza encontro com produtores rurais do Feirão da Sepror

By -

Feirão Sepror-IFAM_Foto_Herick Pereira-AGECOM

Durante seis anos de atuação e considerado um dos principais lugares para comercialização de produtos hortifrutigranjeiros de Manaus, o Feirão da Sepror tem proporcionado mais geração de renda para os produtores rurais, oferecendo produtos de qualidade e melhor preço para os consumidores manauaras. A partir da relevância desse espaço de visibilidade das ações do homem do campo e de sua importância para a sociedade, o Instituto Federal do Amazonas (IFAM) promove o I Encontro Feirão Sepror-IFAM, no dia 17 de outubro (sábado), a partir das 8h30, no Campus Manaus Zona Leste (CMZL).

O Encontro é resultado do projeto de extensão ‘Economia Solidária – Uma alternativa de autogestão em Comunidades Agrícolas’, coordenado pelas professoras Cristiane Lima e Maria Suely Guimarães, e desenvolvido no âmbito do Feirão da Sepror que acontece todos os sábados, no IFAM/CMZL, realizado pelo Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror-AM).

O evento é a primeira ação de reestruturação da feira. De acordo com Guimarães, a reformulação do espaço acontecerá por meio dos próprios agricultores a partir de um processo de organização social, incentivado e mediado pela Coordenação de Educação e Desenvolvimento Rural do CMZL, em parceria com a Coordenação de Extensão. “Após essa primeira etapa de reorganização, pretende-se realizar diagnósticos sistêmicos nas propriedades dos agricultores que aqui comercializam, de modo a compor um banco de dados com informações de interesse às diversas áreas de atuação do Campus Manaus Zona Leste”, explicou a coordenadora.

Segundo Guimarães, o diagnóstico tem por objetivo oferecer aos professores e técnicos interessados, possibilidades no desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e extensão. “Assim, a perspectiva futura desta proposta consiste em pensar a feira como laboratório, no sentido de situar muitas de nossas ações nas propriedades dos agricultores participantes da feira”, disse, destacando que, uma vez a feira reorganizada, com maior diversidade de produtos e melhor divulgada, haverá melhoria na renda dos produtores e irá atrair mais pessoas para o consumo dos produtos oferecidos, além de “servir como um espaço potencial de divulgação dos cursos oferecidos pelo Instituto”.

Dentre os municípios participantes do Feirão da Sepror e presentes no I Encontro, estão  Iranduba, Careiro, Manaquiri, Autazes, Rio preto da Eva, além do Ramal do Brasileirinho e do Ipiranga, e das comunidades agrícolas do Puraquequara.

Mario Dantas