Duas chapas disputam as eleições gerais da Fenaj nos dias 19, 20 e 21 de julho

By -
Fenaj-70-anos-660x215 Imagem

As eleições gerais para renovação da Direção e Comissão de Ética da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) 2016, começam nesta terça-feira, 19, a partir das 8h e podem participar todos os jornalistas profissionais em dia com suas mensalidades ou anuidade sindical. Disputam as eleições, a Chapa 1 – Sou Fenaj, que tem como candidata à presidência, a jornalista Maria José Braga e a Chapa 2 – Hora de Reagir, encabeçada pelo jornalista, Jonas Valente.

Além das duas chapas, 8 jornalistas se inscreveram como candidatos à Comissão Nacional de Ética. Neste caso, a votação é nominal e cada jornalista pode votar em até 5 nomes. Os 5 mais votados irão compor a Comissão.

Urnas e locais no Amazonas

A Comissão Eleitoral Local (CEL) disponibilizou duas urnas aos votantes durante os três dias (19, 20 e 21 de julho). Uma urna fixa ficará em horário comercial – das 8h às 17h, garantido  o intervalo das 12h às 13h, ao almoço dos mesários –  ficará na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM (Praça Santos Dumont, 15 – centro, final da rua Joaquim Nabuco, próximo a Casa do Eletricista/(92) 3234-9977/e-mail: sindicato@jornalistasam.com.br).

A urna itinerante percorrerá as redações dos veículos de comunicação localizados na capital do Amazonas. De acordo com o presidente da CEL, jornalista Allan Rodrigues, as visitas às empresas jornalísticas foram definidas, conforme o calendário, abaixo:

1. Jornal A Crítica: Dia 19/07 (terça) das 14h às 16h;

2. Diário do Amazonas: Dia 20/07 (quarta) das 14h às 16h;

3. Jornal Amazonas em Tempo (quinta) das 14h às 16h.

A CEL observa que, os jornalistas da empresa Jornal do Comercio, freelancers, assim como os assessores de Imprensa/Comunicação nos serviços público e privado, podem votar durante os três dias na sede do SJPAM. Para votar, o jornalista deve apresentar um dos documentos de identificação: Carteira de Identidade expedida pela Fenaj, carteira de Identidade, Carteira de Trabalho ou Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

Quitação dos débitos assegura participação
Em Comunicado nº 12, de 14 de julho, expedido às Comissões Eleitorais nos Estados, a Comissão Eleitoral Nacional (CEN) reforça que, “os jornalistas associados dos sindicatos que estão em atraso nas mensalidades PODEM VOTAR EM SEPARADO DESDE QUE PAGUEM AS MENSALIDADES ATRASADAS. A forma de acertar os atrasados fica de acordo com o estabelecido pelo sindicato local”. Até o último dia (21) das eleições, os jornalistas podem quitar seus débitos e participar do certame.
A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) é a única federação sindical brasileira que faz eleições diretas para a escolha de Direção e Comissão Nacional de Ética. No Amazonas, a Comissão Eleitoral Local (CEL) convoca os profissionais para mais este exercício de democracia, de organização e fortalecimento da luta dos jornalistas brasileiros

Mario Dantas