Dois ônibus da Caravana de Lula pelo Sul são atingidos por tiros

By -

Polícia Militar foi acionada e será feita perícia na marca de tiro – Imagem: Reprodução/Facebook

Dois ônibus que integravam a Caravana #LulaPelo Sul foram atingidos por três tiros no caminho entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná, na tarde desta terça-feira.

De acordo com mensagens postadas no Twitter e no Facebook oficial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a Polícia Militar foi contactada e será feita perícia nas marcas de tiro. Ninguém ficou ferido. 

Segundo informações postadas pelo ex-presidente, um dos ônibus atingidos transportava jornalistas brasileiros e estrangeiros.

Pelo Twitter, o ex-presidente Lula reclamou do ocorrido. “A nossa caravana está sendo perseguida por grupos fascistas. Já atiraram ovos, pedras. Hoje deram até um tiro no ônibus”, tuitou. 

“Se eles acham que fazendo isso vão nos assutar, estão enganados. Vai nos motivar. Não podemos permitir que depois donazismo esses grupos fascistas possam fazer o que quiser”, continuou. 

O ex-presidente ainda reclamou que o Paraná foi o único estado percorrido pela caravana a não fornecer escolta policial para a comitiva de ônibus. 

Protestos

A viagem de Lula pelo Sul do país tem sido marcada por protesto de grupos contrários ao petista. No início da semana, em Foz do Iguaçu, no Paraná, a PM teve que usar bombas de gás e spray de pimenta para conter avanço de manifestantes contra Lula.

 Em Francisco Beltrão, no Sudoeste paranaense, manifestantes tentarão impedir o acesso da caravana ao aeroporto, ao estacionar um caminhão na via que dava acesso ao local. Um juiz da cidade precisou ser chamado para negociar a passagem do ex-presidente, que conseguiu embarcar para Foz do Iguaçu. 

 Dias antes, em São Miguel do Oeste, Santa Catarina, a caravana foi alvo de pedras e ovos na estrada e no palanque. (Com informações do EM)

Roberto Brasil