Dois foragidos da Justiça são identificados durante fiscalização da Arsam

By -
Como parte do processo de regularização dos veículos que realizam o serviço de táxi fretado entre os municípios da Região Metropolitana de Manaus (RMM), a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) realizou, no último fim de semana, a operação Táxi Seguro. A ação contou com a parceria do Manaustrans, Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amazonas.

A operação teve três etapas. A primeira, contou com a fiscalização surpresa no entorno da Rodoviária Huascar Angelim, com base em denúncias de transporte clandestino e cooptação de passageiros nessa área. Lá, foi apreendido e removido ao parqueamento da Manaustrans um veículo particular, de marca Chevrolet e modelo Zafira, que realizava o serviço ilegal de lotação de passageiros.
Na segunda etapa, foram realizadas operações volantes na Rodovia AM-010, intensificadas mais precisamente no km 26, onde foram abordados, em apenas duas horas de operação, mais de 50 veículos. Dois motoristas foram identificados com mandados de prisão decretados pela Justiça estadual e foram devidamente encaminhados ao 18º Distrito Integrado de Polícia por policiais militares da Rocam. Na terceira fase da operação, a fiscalização foi intensificada na Ponte Jornalista Phelippe Daou e mais de 20 veículos foram vistoriados, resultando na emissão de sete autos de infração.
A operação Táxi Seguro foi idealizada pelo diretor-presidente da Arsam, Walter Cruz, e faz parte das ações de fiscalização a serem realizadas durante as festas de fim de ano, para garantir a segurança, do início ao fim, dos trajetos dos usuários e a qualidade do serviço de transporte rodoviário intermunicipal coletivo de passageiros. As informações são da assessoria. As informações são da assessoria.
Roberto Brasil