‘Divas em ação’ reúne quase 200 mulheres na Vila Olímpica de Manaus

By -

No dia Internacional da Mulher não faltou disposição, alegria e diversão na Vila Olímpica de Manaus, localizada no Dom Pedro. Em homenagem a elas, a primeira edição do ‘Divas em Ação’ na noite desta quarta-feira, dia 8,  atraiu aproximadamente 200 participantes para as atividades gratuitas, que usufruíram de ginástica, zumba, body combat, entre outros. 

Durante as quase três horas de atividade, as divas fizeram questão de acompanhar cada instrução de dança e aeróbica dada pelos professores do alto do caminhão do Sesi. Aferição da pressão, exame biométrico e dicas de alimentação também foram bastante procurados.

“Eu faço atividades sempre pela manhã, pela tarde estou na academia e aproveitei para passar aqui (no evento). Sempre faço zumba e treinamento funcional. É o nosso dia e é sempre bom fazer atividade física. Nada de fazer crochê, o negócio é fazer atividade física”, disse a dona de casa, Sônia Rodrigues, de 49 anos.

Outra também que aprovou a comemoração ‘agitada’ foi Elaine Siqueira, 32 anos. A administradora ficou sabendo que haveria a ação e ainda arrastou a irmã, a tia e amigas para a ‘festa’. “Mais do que o nosso dia, essa data representa uma classe que ainda necessita de muita atenção e espaço e o esporte é a prova viva da força, superação e o lugar que a mulher pode e deve ocupar”, destacou a moradora da Cidade Nova.

E o evento direcionado às mulheres, ainda contou com a presença do público masculino. Como quem não quer nada, o aposentado Manoel José, de 60 anos, estava praticando os 10km diário de corrida e aproveitou para aferir a pressão.

“Eu treino todo dia na Vila e um evento desses para elas é muito importante. Aproveitei para medir a pressão. Mas não vou dançar zumba”, disse o aposentando rindo, ao lado do amigo Francisco Ferreira, depois de ser convidado para dançar.

Para o titular da Sejel, Fabricio Lima, o objetivo principal do evento, valorizar as mulheres e proporcionar uma noite diferente, foi alcançado. “Todo dia é dia da mulher, mas hoje a data levanta questões e reflexões muito importantes. Encontrei muita mulher hoje aqui que vive para o lar ou que não consegue um tempo para vir treinar, para cuidar da saúde. Eventos como esse colocam em questão como priorizar a atividade física e o lazer é importante. Por isso, agradeço todas que vieram e tenho certeza que muitas delas retornarão nos próximos dias à Vila”, afirmou.

Áida Fernandes