Direção do Colégio Militar anuncia parceria na recuperação da Epaminondas

By -

MANAUS-AM - Av. Epaminindas. FOTO: Alexandre S Fonseca/SeminfA realocação dos 125 camelôs que atuavam na Avenida Epaminondas e Rua da Instalação, no Centro, é comemorada por alunos, seus pais e militares do Colégio Militar de Manaus (CMM) que, por mais de 20 anos, conviveram com os trabalhadores ocupando a calçada do entorno da instituição.

MANAUS-AM - Av. Epaminindas. FOTO: Alexandre S Fonseca/SeminfA saída dos comerciantes da área foi uma solicitação do Comando Militar da Amazônia (CMA) à Prefeitura de Manaus para fazer cumprir o decreto federal de nº 3437 de 1941. Este determina que até 15 braças – o equivalente a 33 metros – das áreas do perímetro das organizações militares, nenhuma construção civil ou pública poderá ser autorizada.

colegio-militar-epaminondas6O comandante e diretor de Ensino do Colégio Militar de Manaus, coronel Garcia, explicou que a solicitação foi feita não só para cumprir a lei, mas para que as pessoas pudessem ter a área livre.

colegio-militar-epaminondas3“Apesar da convivência pacífica, passividade não é sinônimo de legalidade. Na busca pelo espaço, eles já estavam ocupando até as ruas. E, depois da retirada dos comerciantes, nós temos observado um elevado grau de satisfação por parte dos alunos, por parte dos pais dos alunos e por parte dos militares porque a área ficou livre, mais ampla, mais aberta, mais bonita e as pessoas podem transitar de forma normal pelas calçadas”, declarou o comandante.

colegio-militar-epaminondas4No dia seguinte após a saída dos 125 camelôs da Avenida Epaminondas e Rua da Instalação, no último dia 10, a Prefeitura de Manaus iniciou a recuperação de calçadas, meios-fios, sarjetas e bueiros, trabalho que ainda está em andamento. Realizou também a poda de 28 oitizeiros existentes ao longo da Epaminondas, no trecho entre a Rua 10 de Julho e o Colégio Dom Bosco.

colegio-militar-epaminondas7A iluminação da via também está passando por manutenção. Todas as luminárias foram trocadas e a fiação que estava apresentando problema foi substituída. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) está instalando mais cinco braços de iluminação pública, a fim de dar maior visibilidade e segurança à população.

Para o secretário municipal do Centro, Glauco Francesco, mais que recuperar fisicamente a via, a proposta é humanizar toda aquela área.

colegio-militar-epaminondas5“Por isso, a parceria entre as secretarias da Prefeitura: Semc, Seminf, Semulsp, Semmas, Manaustrans é fundamental para a revitalização da Avenida Epaminondas. Além da recuperação da via e poda das árvores, o trabalho de iluminação pública é muito importante porque vai influenciar diretamente na segurança dos pedestres que passam por ali todas as noites”, declarou o secretário.

“Nós estamos aqui, também, nessa parceria, pela revitalização. A prefeitura já fez poda de árvores, retirada de lixo e entulho deixado pelos ambulantes e nós estamos tomando medidas administrativas para podermos realizar toda a pintura do muro da área militar e assim, contribuir com a revitalização do local. Também já estamos com uma ronda externa sendo realizada, visando possibilitar maior segurança aos alunos, militares e à população em geral que transita aqui pela Avenida Epaminondas”, revelou o comandante Garcia.

O Colégio Militar de Manaus é uma instituição que atua na capital do Amazonas há mais de 160 anos e, hoje, conta com aproximadamente 900 alunos matriculados.

Os 125 trabalhadores que saíram do entorno do Colégio Militar, na Avenida Epaminondas, e Rua da Instalação foram realocados nos camelódromos da própria Epaminondas e na Floriano Peixoto 2. O trabalho faz parte do projeto Viva Centro Galerias Populares, que já retirou mais de 950 camelôs das vias e visa a revitalização do Centro Histórico.

Roberto Brasil