Diego “Ceará” substitui Alan Nuguette em Manaus neste domingo

By -

Alan Nuguette sofreu uma lesão na boca e será substituído por Diego Ceará

Alan Nuguette sofreu uma lesão na boca e será substituído por Diego Ceará

A luta principal pela seletiva do Amazon Trials Submission Fighting terá o brasileiro Diego Brandão e o argentino Mariano Hinojal. Eles se enfrentam neste domingo, 28, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira. Brandão substituirá o amazonense Alan Nuguette, que sofreu uma lesão na boca durante treino no Rio de Janeiro, na última sexta-feira, 26, e precisou ser submetido a procedimento cirúrgico.  

“Ceará”, como Diego é conhecido, nasceu em Fortaleza (CE), mas foi em Manaus que o lutador começou a dar seus primeiros passos nas artes marciais. É dele o título de primeiro brasileiro a ser campeão no The Ultimate Fight (TUF). Após o feito, assinou contrato com a maior organização de eventos de artes marciais mistas do mundo, Ultimate Fighting Championship (UFC), conquistando, com isso, grande prestígio no Brasil e nos Estados Unidos.

Brandão tem luta marcada pelo UFC para fevereiro de 2015 e fala do sonho de participar de um evento de chancela internacional e de estar voltando a lutar em Manaus. “É uma honra voltar a lutar em casa. Sempre sonhei em lutar esse evento organizado pela Amazon Trials Submission Fighting. Já bati o peso e espero que dê tudo certo, estou confiante”, declarou.

O Amazon Trials Submission Fighting será realizado neste domingo, 28. O torneio de artes de marciais é organizado pela Abu Dhabi Combate Club (ADCC-Brasil) e conta com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel).

Neste sábado, 27, o secretário da Semjel, Elvys Damasceno, falou sobre a importância de ter um evento tão forte como o Amazon Trials Submission Fighting em Manaus.  “Esse evento vale duas vagas para o mundial do ADCC. Isso é inédito para nossa cidade, ainda mais por ter essa luta tão aguardada. O Diego Brandão é um grande lutador e dispensa apresentação. Estamos todos na torcida para que seja uma grande luta”, pontuou.

Roberto Brasil