Detran-AM volta a fiscalizar alternativos e autua 56 motoristas

By -
detran-fiscalizacao 1O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) retomou nesta segunda-feira, 23 de maio, a fiscalização dos veículos e dos motoristas que atuam no transporte alternativo de passageiros. Passados 30 dias da última operação, realizada no final de abril, quando os donos de veículos e dirigentes de cooperativas pediram um prazo ao presidente Leonel Feitoza para que pudessem se regularizar, pouca coisa mudou.

“As irregularidades continuam e, desta vez, não há como alegar que não tiveram tempo para corrigir. O prazo foi dado e, mesmo assim, os veículos continuam circulando em péssimo estado de conservação: mais de 80% com pneus carecas, parabrisas quebrados, suspensão e freio com defeito, colocando em risco a vida do usuário”, afirmou Leonel Feitoza ao final da fiscalização, que resultou na apreensão de 23 micro-ônibus e 56 autos de infração aplicados.
detran-fiscalizacao 2Os agentes do Núcleo de Operações Especial de Fiscalização de Trânsito do Detran-AM permaneceram por mais de quatro horas na Avenida Autaz Mirim, via principal do São José, na zona leste da cidade, e nesse período todos os micro-ônibus que passaram pelo local foram fiscalizados.
detran-fiscalizacao 3Além das irregularidades na manutenção dos veículos, os agentes também flagraram motoristas dirigindo sem a Carteira Nacional de Habilitação, dois não estavam habilitados na categoria D, que é o exigido pelo Código Brasileiro de Trânsito para o exercício da atividade de transporte coletivo e ainda alguns veículos com o lacre de segurança da placa rompido, o que motiva apreensão do veiculo.
detran-fiscalizacao 4Alguns donos de micro-ônibus protestaram, mas, desta vez, a presença dos policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) evitou que os ânimos se exaltassem, como ocorreu na operação realizada no final do mês de abril. O Detran-AM também recebeu apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar.
O diretor presidente do Detran-AM disse que as fiscalizações no transporte coletivo de passageiros da capital vão continuar e que os próximos alvos serão o transporte coletivo convencional e também os veículos do transporte especial.

 

Roberto Brasil