Detran-AM lança campanha ‘Maio Amarelo’

By -
As equipes de educação estarão nas principais ruas e avenidas até dia 30 deste mês

As equipes de educação estarão nas principais ruas e avenidas da cidade até o dia 30 deste mês

O Governo do Amazonas, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), realiza nesta segunda-feira, 4 de maio, às 7h30, na esquina da avenida Mario Ypiranga com a rua Salvador, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul, a abertura oficial da programação da Campanha “Maio Amarelo – Atenção pela Vida”. 

Durante todo este mês, serão realizadas ações educativas nas ruas e avenidas, escolas, órgãos públicos, entidades e instituições parceiras do Detran-AM. Segundo o diretor presidente, Leonel Feitoza, será um mês dedicado às ações de conscientização sobre as boas práticas no trânsito.

“O objetivo é proporcionar a população, conhecimento do Código de Trânsito Brasileiro no que diz respeito à segurança, com a finalidade de adotarem medidas que garantam um trajeto e um caminhar seguro, o verdadeiro intuito da campanha é promover a defesa da vida humana”, destacou.

De acordo com Feitoza, a programação foi pensada para atingir todos os públicos. Por isso, até o dia 30 de maio, as equipes de educação estarão nas principais ruas e avenidas da cidade, distribuindo material informativo e conversando com pedestres e condutores sobre as atitudes corretas para um trânsito seguro.

As ações serão encerradas com a Corrida Pedestre – Pela Vida no Trânsito, no dia 30 de maio a partir das 16h com concentração no complexo turístico da Ponta Negra. Na ocasião serão coletados alimentos não perecíveis para ajudar as vítimas da cheia no interior do Estado.

Sobre o ‘Maio Amarelo’ – Inspirado em movimentos como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, que abordam, respectivamente, as temáticas Câncer de Mama e Câncer de Próstata, o Maio Amarelo tem por objetivo contribuir para a diminuição dos índices de mortos e feridos no trânsito. Isso considerando que os acidentes de trânsito assumem, no momento atual, o perfil de uma epidemia para a qual deve haver medidas preventivas e combativas. Por este motivo, o símbolo do Movimento é um laço na cor amarela, ressaltando que a segurança no trânsito, a exemplo da Aids e outras doenças, também é uma questão de saúde.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que acidentes de trânsito são a nona maior causa de mortes no mundo e a primeira causa de mortes entre jovens de 15 a 24 anos. Além do prejuízo humano, os acidentes representam um prejuízo financeiro, tendo em vista que respondem por gastos da ordem de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Roberto Brasil