Detran-AM autua mais de 250 motoristas e apreende ‘Paredões de som’

By -
Agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (Baptram) autuaram 295 motoristas, entre a noite de sexta-feira (06/01) e a madrugada desta segunda-feira (09/01), durante blitze da Lei Seca. Foram flagrados 23 motoristas dirigindo embriagados e 15 sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), sendo um menor de idade. Durante as blitze foram apreendidos 28 veículos, 91 Certificados de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV) de veículos com licenciamento em atraso.

Além das autuações por licenciamento em atraso, que corresponde à infração gravíssima, punida com multa de R$ 293,47, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), também foram aplicadas multas a motoristas sem documentos de porte obrigatório e que estavam dirigindo veículos sem equipamento de segurança.
Por volta da 1 hora da madrugada desta segunda-feira (09/01), o  motorista Maicon Cajueiro de Albuquerque foi flagrado dirigindo embriagado após bater o veículo modelo Honda Civic, preto, de placa JXS-8326, contra o muro do viaduto Ayrton Senna, localizado no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da capital. O condutor se recusou a realizar o teste do bafômetro e foi feito o termo de recusa.
A recusa é considerada uma infração gravíssima. O motorista recebe as mesmas punições administrativas do motorista embriagado que aceita fazer o teste. Ele é multado em R$ 2.934,70, tem a carteira de habilitação recolhida e o direito de dirigir fica suspenso por um ano, além de ter o veículo é apreendido.
As ações fazem parte do plano de reforço à segurança em Manaus, que foram definidas durante reunião na sede da SSP-AM com a participação de representantes das Secretarias Executivas da SSP-AM, Corregedoria-Geral, Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), DPTC e Corpo de Bombeiros.
Apreensão ‘Paredões de som’ – Seis “paredões de som” foram apreendidos na Avenida do Samba, no bairro Alvorada, na noite deste domingo (07/01). A apreensão foi efetuada após diversas denúncias de moradores do entorno, que reclamavam do som alto no local.
Segundo o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, os equipamentos estavam funcionamento acima do que é permitido por lei e incomodava os moradores do bairro. “Recebemos diversas denúncias de moradores da redondeza afirmando que quando chega a noite nos fins de semana é um inferno o barulho emitindo pelos ‘paredões’, ninguém consegue dormir. Sem contar que essa é uma área com vários prédios no entorno. As pessoas deveriam ter mais consideração pelo bem estar do próximo”, relatou Feitoza.
De acordo com a resolução do Contran, “fica proibida a utilização, em veículos de qualquer espécie, de equipamento que produza som audível pelo lado externo, independentemente do volume ou frequência, que perturbe o sossego público, nas vias terrestres abertas à circulação”. A infração é considerada grave, que equivale a cinco pontos na carteira de habilitação, com multa de R$ 195,23  e retenção do veículo.

Roberto Brasil