Dermilson cobra ajuda a municípios do Amazonas em situação de alerta

By -
dermilson-chagas1
O deputado estadual Dermilson Chagas (PEN) afirmou, na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), na manhã desta quinta-feira (22), que vai requerer da Defesa Civil do Estado auxílio para os municípios em situação de alerta. Segundo o parlamentar, um requerimento será enviado ao órgão para que providências sejam tomadas.

“Precisamos acolher e acudir os municípios e minimizar a situação dos nossos ribeirinhos e pescadores. Os rios estão muito secos. A calha do Purus está cheia de fumaça e queimadas. Peço que a Defesa civil que possa acolher Lábrea, que está em estado de alerta e precisando de ajuda, principalmente quem mora na zona rural, como pescadores e agricultores”, explicou Chagas, que preside a Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPPADR) da ALE-AM.
A Defesa Civil do Estado do Amazonas emitiu alerta para municípios doa calha do Juruá e Purus em 5 de agosto. As cidades, em processo de vazante, estão com níveis próximos às mínimas de estiagem.  O ‘estado de alerta’ é o segundo estágio de um desastre, que pode evoluir para ‘situação de emergência’. Em ‘estado de alerta’ estão Boca do Acre, Pauiní, Lábrea, Canutama, Tapauá, Guajará, Ipixuna, Envira, Eirunepé, Itamarati e Carauari. Em ‘estado de atenção’ estão Beruri e Juruá.
No dia 11 de agosto, municípios da calha do Madeira entraram em ‘estado de alerta’: Humaitá, Manicoré, Apuí e Novo Aripuanã. Apesar da região estar em período de estiagem natural, a situação foi agravada por uma massa de ar seco que inibiu as chuvas na calha.

Áida Fernandes