Deputados querem fraude pró-Cunha investigada

By -
A assinatura do deputado Vinícius Gurgel teria sido falsificada beneficiando Eduardo Cunha

A assinatura do deputado Vinícius Gurgel teria sido falsificada beneficiando Eduardo Cunha

Reportagem de hoje do jornal “Folha de S.Paulo” revelou que duas perícias atestaram como falsa a assinatura do deputado Vinícius Gurgel (PR-AP) no documento em que ele pediu sua renúncia como membro do Conselho de Ética.

O conselho se reuniu na manhã desta quarta-feira para debater o caso. O vice-presidente do conselho, Sandro Alex (PPS-PR), pediu que seja instaurada uma sindicância na comissão e um inquérito na Procuradoria-Geral da República.

“Ao se confirmar essa denúncia, o Conselho de Ética e seus membros foram vítimas de um possível crime”, disse Alex.

O deputado Betinho Gomes (PSDB-PE) afirmou que caso fique comprovada a falsificação, os partidos devem pedir a cassação de Vinícius Gurgel, além da abertura de uma investigação criminal pela Procuradoria-Geral da República.

“Se houver confirmação desse estudo, não tem outro termo a ser utilizado. É crime e precisa ser punido”, disse.

“Se for confirmada [a denúncia], estamos diante de um crime e tentativa de fraude aos trabalhos de conselho de ética e decoro parlamentar. Isso é algo que tem que ser apurado seriamente. Acho que isso é caso para polícia investigar”, afirmou Marcos Rogério (PDT-RO), relator do processo contra Cunha.

“Essa manobra utilizada na noite de sexta-feira constituiu-se num ato criminal. Temos que verificar quem colaborou. Não vão impedir o nosso trabalho”, disse Júlio Delgado (PSB-MG), também membro da comissão.

Roberto Brasil