Deputado leva soco durante confusão em restaurante

By -

Dep. Platiny Soares

O deputado estadual Platiny Soares (DEM) disse que busca identificar por meio de seus advogados um empresário que lhe deu um soco no rosto, em um restaurante no conjunto Vieiralves, na Zona Centro-Sul, a fim de processá-lo. O caso, de acordo com o parlamentar, ocorreu na última sexta.

Segundo Platiny, o murro no rosto foi uma “agressão gratuita”. As imagens do circuito interno do restaurante já foram solicitadas. Até este domingo, não havia, na polícia, registro da ocorrência. Contrariando a versão do deputado, testemunhas relataram que Platiny Soares estava ingerido bebidas alcoólicas com um grupo de amigos e teria agredido verbalmente um empresário que também estava no estabelecimento. Procurado por A CRÍTICA, o deputado negou essas informações.

Conforme o parlamentar, ele e os amigos estavam em uma mesa, conversando, quando agressor veio por trás e desferiu um soco em seu rosto. “Eu não sei quem é essa pessoa e isso foi uma agressão gratuita. Mas o caso está nas mãos dos meus advogados, que vão solicitar as imagens do restaurante para tentar identificá-lo”, disse Platiny, que até ontem não havia registrado nenhum boletim de ocorrência e só pretende fazer o registro quando souber a identificação do agressor.

Ainda de acordo com o deputado, durante a estadia dele no restaurante não houve nenhuma discussão com outros clientes. Ele também disse que pessoas relataram que o homem que o agrediu costuma ser “causador de confusão pela cidade”. “Eu não sei o que realmente motivou essa agressão, até porque, não conheço esse homem”, reafirmou ele.

Apesar da negativa do deputado, testemunhas relataram que Soares estava “alterado” e por três vezes teria chamado o então agressor de “bosta”. “Aí o rapaz não aguentou e fez isso. Mas ele não tem um comportamento agressivo. Pelo contrário. Ele também é bastante educado”, informou uma testemunha, que preferiu não ser identificada.

PORTAL A CRÍTICA

Roberto Brasil