Denúncias de queimadas têm índice de atendimento de 90,5%

By -

queimadas-palestras-1A Campanha de Combate às Queimadas 2016, realizada pela Prefeitura de Manaus, atendeu a 90,5% do total de 295 denúncias de focos de queimadas recebidas pelo órgão, entre os meses de janeiro até o dia 25 de outubro deste ano. As zonas com os maiores registros são: Norte, com 92 focos; Leste, 71; Sul; 42, Centro-Sul, 42; Oeste, 23; Centro-Oeste, 25. Em 2015, ao longo de todo o ano, foram registradas 425 denúncias.

Segundo o Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), além de ter observado redução no número de focos, foi possível este ano aumentar o alcance das ações de sensibilização e educação ambiental. Para serem atendidas, as denúncias precisam apontar a autoria da queima (nome e endereço do responsável).

Os interessados em denunciar podem fazê-lo tanto pelo 0800-092-2000, como também todos os ramais dos setores da secretaria ou ainda via online (pelo site semmas.manaus.am.gov.br). O Corpo de Bombeiro deve ser acionado sempre que houver necessidade, em casos de queimadas de grandes proporções, por meio do 193.

queimadas-palestras-2Este ano, os diferenciais da campanha foram a ampliação do atendimento e o trabalho de formação de agentes multiplicadores de informações sobre os malefícios das queimadas entre os servidores das Secretarias Municipais de Educação (Semed), por meio das OCAs do Conhecimento Ambiental, de Saúde (Semsa) e Ouvidoria Municipal, consideradas estratégicas pela capilaridade e o contato direto que possuem junto à população.

“Este ano, a Semmas disponibilizou também todos os telefones da secretaria e treinou os funcionários para receberem as denúncias e encaminharem ao Departamento de Fiscalização, que por sua vez montou uma equipe exclusivamente para atender às denúncias de queimadas”, disse o secretário da Semmas, Itamar de Oliveira Mar.

O trabalho de educação ambiental realizado junto às comunidades também deu um reforço à campanha, com oficinas e palestras realizadas em escolas municipais, associações comunitárias e igrejas.

Roberto Brasil