Deflagrada hoje 23ª fase da Operação Lava Jato

By -
Cerca de 300 policiais federais cumprem 51 mandados judiciais

Cerca de 300 policiais federais cumprem 51 mandados judiciais

A Polícia Federal (PF) deflagrou a 23ª fase da Operação Lava Jato nesta segunda-feira (22). Os mandados são cumpridos em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Nesta nova etapa, chamada de Operação Acarajé, um dos alvos é o publicitário baiano João Santana, que foi marqueteiro das campanhas da presidente Dilma Rousseff e da campanha da reeeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. A empreiteira Odebrecht e o engenheiro Zwi Skornicki também estão na mira desta fase da Lava Jato.

Santana teve prisão temporária decretada. O marqueteiro, no entanto, estaria na República Dominicana, onde trabalha na campanha de reeleição do presidente Danilo Medina. Sua esposa também teve prisão temporária decretada. Já Skornicki teve prisão preventiva decretada.

Em entrevista coletiva realizada na cidade de Curitiba, a Polícia Federal detalhou a nova fase da Lava Jato para a imprensa. A PF diz que off-shores ligadas a esquema da Odebrecht efetuaram o depósito de cerca de US$ 3 milhões em favor do publicitário. A movimentação teria ocorrido entre 2012 e 2013. João Santana ainda teria adquirido um imóvel em São Paulo com parte dos pagamentos da empreiteira. O apartamento teve seu sequestro requisitado pelo juiz Sergio Moro.

Segundo o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, documentos obtidos nas investigações levam as ações da PF a dois caminhos distintos: um que envolve João Santana e esposa e outro envolve funcionários da Odebrecht que foram transferidos para o exterior. Esses documentos foram apreendidos em investigações do engenheiro Zwi Skornicki.

Ainda na entrevista coletiva, a PF disse ter encontrado mais indícios da participação no esquema da Lava Jato de Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira, em pagamentos a João Santana, José Dirceu e funcionários públicos da Argentina.

Em nota oficial, a Odebrecht confirmou a ação da Polícia Federal na manhã desta segunda e disse que “está à disposição das autoridades para colaborar com a operação em andamento”.

Fonte: Agências de notícias

Roberto Brasil