Defesa Civil inicia atividades nos Núcleos Comunitários da zona Norte

By -

Como parte das ações preventivas aos desastres naturais, além do constante monitoramente às áreas de risco, a Prefeitura de Manaus deu início ao trabalho de sensibilização e treinamento junto aos moradores que vivem nessas localidades. Neste sábado, 16/9, a  Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil de Manaus (Sepdec) realizou a abertura das atividades dos Núcleos de Proteção e Defesa Civil Comunitário (Nupdecs), no bairro Cidade de Deus, zona Norte. 

Neste primeiro dia, técnicos do órgão realizaram palestras sobre prevenção, percepção de risco e noções de Defesa Civil. “O objetivo do projeto é esclarecer e orientar sobre o trabalho da Defesa Civil em situações da risco e, assim,  realizar um melhor trabalho de prevenção e redução de riscos junto à comunidade”, explicou o secretario da Defesa Civil, Cláudio Belém.  

As atividades dos Núcleos começaram no ano de 2013, em 40 comunidades da capital, capacitando moradores voluntários para atuarem como agentes comunitários de Defesa Civil. Além do ciclo de palestras, moradores  irão receber capacitação em primeiros socorros, prevenção de meio ambiente e análise de risco.

 Para o comunitário Aldemir Freire, os Nupdecs só têm a contribuir para as comunidades. “As palestras estão sendo ótimas e, por isso, desejamos essas programações mais regularmente em nossas comunidades, para estarmos preparados para as situações de risco “, completou. 

Defesa Civil na Escola 

Reforçando as ações integradas do Município para tornar Manaus uam cidade ainda mais resiliente, ontem (sexta-feira) também teve início o projeto “Defesa Civil na Escola”, desenvolvido pela Defesa Civil de Manaus em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O programa será realizado até o mês de novembro com objetivo levar às comunidades situadas em áreas de risco, orientações e noções de prevenção e proteção junto aos comunitários e alunos das unidades de rede municipal de ensino. Este ano, o projeto terá como público alvo alunos do 5º e 6º ano do Ensino Fundamental de três escolas municipais. O programa atua na orientação de estudantes e professores sobre noções de Defesa Civil, percepção de riscos, educação ambiental e ações e prevenções de desastres.

Roberto Brasil