Defesa Civil de Manaus registra 24 ocorrências por causa da chuva

By -

A Defesa Civil do município registrou um total de 24 ocorrências devido a forte chuva que atingiu a capital amazonense, na tarde deste sábado, 11/3. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a média foi de três horas de chuva com o acumulado de aproximadamente 50 milímetros. 

Pela central de atendimentos – 199 – foram registradas 11 ocorrências de alagação, quatro deslizamentos, três desabamentos total de casa, um desabamento parcial, dois desabamentos de muros, uma abertura de cratera e três riscos de desabamentos. 

Para o rápido atendimento às ocorrências, o Grupo de Pronta Resposta da Prefeitura (GPR), coordenado pela Casa Militar, foi acionado para agilizar os atendimentos de prioridades em situação de risco. O grupo esteve na Rua das Andirobas, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, atendendo a um deslizamento de barranco. 

No local, foi realizada a vistoria de situação de risco pela Defesa Civil e o cadastro de quatro famílias para o auxilio aluguel pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh). As Secretarias Municipais de Limpeza Urbana (Semulsp) e de Infraestrutura (Seminf) também estiveram presentes. 

“A Defesa Civil acionou o Grupo de Pronta Resposta para que pudéssemos realizar a ação de forma mais rápida quanto ao atendimento a essas famílias atingidas pela chuva de hoje”, declarou o secretário executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém. 

Das prioridades registradas pela central 199 foram atendidas até as 18h, deste sábado, 14 ocorrências pela Defesa Civil, quatro pela Semmasdh, sete pela Seminf e uma pela Semulsp. As zonas Norte e Leste foram as mais atingidas. 

Ação social na zona Leste 

As quatro ocorrências atendidas pela Semmasdh foram nos bairros Armando Mendes, Jorge Teixeira e João Paulo III, na zona Leste. O Serviço de Proteção a Calamidades Públicas e Emergências (SPCPE)  do Departamento de Proteção Social Especial (DPSE) realizou o cadastro de quatro famílias, que tiveram suas residências afetadas pela chuva desta tarde. 

As ocorrências foram: um desabamento total, em que a família recebeu uma cesta básica; um parcial; um deslizamento de terra; e uma residência, identificada pela Defesa Civil, como em situação de risco. Todos receberão o benefício eventual “Auxilio Aluguel”, mediante a desocupação da habitação imprópria.

Roberto Brasil