‘Defensoria Itinerante’ encerra ação em Iranduba com cerca de 600 atendimentos

By -

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) encerrou nesta sexta-feira, dia 28, os três dias de ação do projeto “Defensoria Itinerante” no município de Iranduba, com cerca de 600 atendimentos à população nas áreas de família e registros públicos e aproximadamente 100 acordos firmados. O atendimento foi feito no plenário da Câmara Municipal, das 8h às 15h. Inicialmente, a meta era alcançar o número de 500 atendimentos nos três dias da ação, mas a procura da população pelos serviços da Defensoria superou as expectativas.

Na quarta-feira, dia 26, no primeiro dia da ação em Iranduba, a Defensoria Pública realizou 242 atendimentos, o que inclui o início de processos e a realização de audiências. Na quinta-feira, dia 27, foram realizados 258 atendimentos. Nesta sexta-feira, o “Defensoria Itinerante” contabilizou a distribuição de 106 senhas de atendimento e a realização de 40 audiências. A maioria das demandas da população em Iranduba está relacionada a ações de alimentos e retificação de registro civil.

Para realizar o atendimento em Iranduba, a Defensoria Pública disponibilizou seis assessores jurídicos e quatro defensores públicos para trabalharem na ação a cada dia, em esquema de revezamento, além de motoristas e pessoal da área administrativa.

A defensora pública Caroline Braz, coordenadora do projeto “Defensoria Itinerante”, faz um balanço positivo da ação em Iranduba e ressalta que a iniciativa da DPE-AM de ir a municípios do interior com atendimentos itinerantes reforça o compromisso da instituição em se aproximar cada vez mais da população. “É uma demanda muito boa e alcançamos a nossa expectativa em Iranduba. Houve muita procura da população e a estrutura disponibilizada pela Câmara Municipal para o atendimento também foi muito boa”, comenta.

A área de família engloba questões como ações de alimentos, divórcio (consensual e litigioso), guarda e investigação de paternidade, entre outros. Na área de registros públicos, é possível resolver questões como retificação de registros.

Para este ano, já estão previstas outras ações itinerantes no interior. Depois de Iranduba, a Defensoria fará atendimentos em Manacapuru, em junho, e em Itacoatiara, em julho. As ações do projeto “Defensoria Itinerante” estão sendo desenvolvidas desde o ano passado, quando foram realizados 8 mil atendimentos em Manaus e no interior. Em 2017, a meta é chegar a 10 mil atendimentos até o final do ano.

Roberto Brasil