Debandada de filiados do PMDB

By -

Sen. Eduardo Braga

O racha no PMDB do Amazonas durante a eleição suplementar para o governo, somado ao tratamento dado pelo senador Eduardo Braga, presidente do partido no Estado, aos filiados da legenda com e sem mandato, pode gerar uma debandada em série na sigla. O vereador Marcel Alexandre, expoente do partido na Câmara Municipal de Manaus (CMM), está entre os que avaliam deixar a legenda. Gedeão Amorim recebeu ofertas para trocar de legenda e não descartou nenhuma. 

Marcel Alexandre, que já foi titular da SMTU, mantém excelente relacionamento com o prefeito Artur Neto  e o vice, Marcos Rotta, ambos do PSDB. O vereador é cortejado para reforçar o time tucano.

Já Gedeão Amorim, que analisa ofertas de filiação, estuda tecnicamente o assunto por um motivo: pode assumir uma vaga na Câmara Federal, pelo PMDB, caso o deputado federal Sabino Castelo Branco, que sofreu um AVC, entre de licença.

Afastado de Braga, o deputado estadual Wanderley Dallas pode migrar para uma legenda onde consiga ter poder de mando. Vicente Lopes já disse que, se depender dele, segue na sigla, mas não esconde o descontentamento. Alessandra Campelo afirma: “Não penso em mudar de partido”.  SIM&NÃO/Portal A Crítica

Roberto Brasil