Cuidados contra H1N1 devem ser permanentes, alerta Semsa

By -

gripe h1n1Manaus foi mais uma vez campeã de vacinação em nível nacional, com 100,79% por cento da população do grupo alvo protegida contra os vírus da gripe, principalmente o H1N1, que já causou três mortes na capital. Mesmo com o sucesso da imunização, os cuidados com a higiene e locais com grande aglomeração de pessoas devem ser permanentes, conforme alerta a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), devido ao grande número de casos da doença ainda registrado no País.

No Brasil, segundo o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado no ultimo dia 25, já foram registrados 588 mortes pelo H1N1. O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressalta que não há motivo para pânico pela doença em Manaus, onde os números de óbito estão dentro da margem estimada pela vigilância epidemiológica. “Os cuidados para evitar qualquer tipo de doença devem ser diários. Em relação ao H1N1, a grande participação da população, principalmente das grávidas, idosos e crianças na vacinação, faz com que Manaus esteja bem em relação a outras capitais”, assegura.

Segundo Homero, a Organização Mundial de Saúde afirma que a pandemia da gripe H1N1 está controlada. No entanto, o aumento de casos em São Paulo tem tornado a doença um motivo de preocupação.

O secretario enfatiza os cuidados básicos que a população deve ter como lavar as mãos com água e sabão e evitar passá-las no rosto, principalmente na boca; evitar manter contato muito próximo com pessoa gripada; não compartilhar objetos pessoais como toalha, copo, talheres ou travesseiros e evitar locais fechados e com muitas pessoas. “São cuidados que protegem até mesmo contra outras doenças respiratórias, principalmente agora que está chegando às férias de julho, onde muitas pessoas viajam. Por isso, todos devem estar atentos aos cuidados”, ressalta.

Roberto Brasil