Cuidador de Idosos ganha 80 novos profissionais

By -

cuidador-de-idosos-formaçaoCom o crescimento da expectativa de vida no Brasil, a necessidade de qualificar mão-de-obra para cuidar dos idosos aumentou. Visando contribuir com a formação de profissionais para atuarem nesse novo mercado, a Fundação Doutor Thomas (FDT), em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal (Espi), oferece o Curso de Cuidador de Idosos (Cuidadoso), que forma sua quinta turma na última sexta-feira, 30.

A solenidade de certificação do Cuidadoso será às 19h, no Parque Municipal do Idoso, na rua Rio Mar, Nossa Senhora das Graças, Adrianópolis, zona Centro-Sul. Oitenta profissionais concluíram o curso.

Segundo a diretora geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, o curso tomou uma dimensão muito grande, pois hoje, o cuidador de idoso é uma profissão em alta e a tendência é crescer ainda mais. “A intenção da prefeitura, ao oferecer esse curso, é colocar no mercado profissionais cada vez mais qualificados, para atender a essa fatia da população”, ressaltou.

cuidador-de-idosos-formaçao2A diretora-presidente da Fundação Doutor Thomas, Martha Cruz, considera extremamente importante a capacitação para atendimento aos idosos. Ela frisa que as pesquisas indicam que, por volta do ano de 2050, haverá, no Brasil, 73 idosos para cada 100 crianças. “É essencial termos profissionais preparados e é fundamental começarmos essa conscientização desde já”, destacou Martha Cruz.

O curso tem carga horária de 300 horas, sendo 200 horas de aulas e 100 horas de estágio. As aulas são ministradas por assistentes sociais, fisioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas, médicos geriatras e psicólogos. Como parte do conteúdo programático, os cuidadores aprendem lições de primeiros-socorros, nutrição, higiene pessoal, prevenção de quedas e acidentes domésticos, cidadania e demais atividades que compõem o universo do idoso. O conteúdo programático do curso foi desenvolvido pelos instrutores da Espi, órgão que é vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad).

Segundo a técnica de enfermagem e uma das cuidadoras que está concluindo a qualificação, Drúscila Campos, 34, o curso foi uma oportunidade para melhorar a técnica de atendimento e encontrar uma nova área de atuação. “Pretendo trabalhar como cuidadora em breve, porque, além de ser uma área com expansão no mercado de trabalho, eu encontrei algo que gosto muito de fazer”, disse Drúscila.

Além do curso gratuito, os novos profissionais têm seus nomes incluídos em um banco de dados gerenciado pela Fundação Doutor Thomas. Assim, familiares de idosos que necessitam contratar um cuidador podem pedir indicação pelo telefone 3215-6007.

Roberto Brasil