Crise no PT: do Congresso às câmaras municipais, 263 petistas eleitos abandonam partido

By -

crise-no-ptAbalado por divergências locais, pelos desdobramentos da Operação Lava Jato e, mais recentemente, por decisões impopulares tomadas pelo Palácio do Planalto para realizar o ajuste fiscal, o PT perdeu 263 filiados eleitos desde os últimos pleitos regional (2012) e geral (2014), aponta levantamento feito com base em dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ao todo, 25 prefeitos, 43 vice-prefeitos e 194 vereadores deixaram o partido voluntariamente desde janeiro de 2013. Soma-se ao grupo ainda a senadora Marta Suplicy (SP), eleita em 2010, e desfiliada em 28 de abril deste ano.

Nesses dois anos e meio, o partido conseguiu a adesão de apenas um vice-prefeito e de cinco vereadores eleitos por outras legendas.

abandono-petistasA maior parte dos ex-petistas migraram para recém-fundados PROS e SD.

No caso do Legislativo, a mudança para novos partidos impede que a legenda original possa pedir o cargo. A Justiça eleitoral entende que os detentores de cargos Executivos podem permanecer no poder independentemente do partido que escolham. R7

Roberto Brasil