Crise atinge em cheio a cultura amazonense

By -
Cristóvão Coutinho

Cristóvão Coutinho

Da Redação – O modo como as parcerias foram colocadas nos editais para realizar eventos de cultura pela Secretaria Estadual de Cultura (SEC) está sendo questionada pelos artistas locais,  e indicam de veria ter havido uma consulta com as mesmas sobre as regras que afetam a administração e organização destes eventos importantes como é o caso do Seminário de Artes Visuais Amazonas por serem o único espaço de debate e visualidade da categoria.

“Com duas edições [2013 e 2014], o Seminário de Artes Visuais Amazonas é uma idealização dos artistas visuais, portanto cabe a estes ter voz e voto na construção de toda e qualquer programação a ser feita em 2016”, disse o artista e curador independente Cristóvão Coutinho. “Segundo o edital publicado agora, esta Secretaria [SEC] decidiu as novas regras para realizar eventos culturais, apenas age como parceira [com 60%] impondo algumas condições que dificultam a administração e organização do evento, pois todo e qualquer pagamento neste quesito cabe à produtora vencedora do edital, isto significa que deve ir atrás de dinheiro ou patrocínio para dar conta”, salientou. 

A propositura para o evento neste ano [2016] foi feita por Sebastião Alves, Rosa dos Anjos e Cristóvão Coutinho junto à SEC e segundo eles estas condições impostas deviam ter sido consultadas e debatidas com a categoria (agentes culturais, artistas, curadores e estudantes) por ser um espaço importante e único para o debate e visualidade para as artes visuais dando oportunidade ao dialogo.

Funções da Secretaria

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC), órgão do Governo do Amazonas é responsável pelo planejamento, elaboração, execução e acompanhamento das políticas culturais e artísticas do Estado na capital e no interior, assim como pelas ações de defesa e preservação do patrimônio cultural do Amazonas. Cabe à SEC, através da execução da política cultural definida para o Estado, popularizar e interiorizar as ações em parceria com organizações públicas e privadas, visando à satisfação dos anseios da população.

Como missão, a Secretaria deve valorizar, formatar e difundir as manifestações culturais e artísticas do Estado, oferecendo mecanismos e meios para os agentes, produtores e artistas de modo geral./// (Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil