CPI na Câmara: Alexandre da Carbrás ou Bi Garcia, quem roubou mais Parintins?

By -

Chegou a hora da onça beber água e a população saber quem saqueou os cofre públicos da prefeitura nos últimos oito anos. Quem roubou mais: Bi Garcia (PSDB) ou Alexandre da Carbrás (PSD). De qual forma saberemos a veracidade é através de duas CPIs- Comissões Parlamentares de Inquérito. Uma trata do segundo mandato de Bi Garcia entre 2009 e 2012; a outra CPI versa sobre o mandato de Alexandre da Carbrás 2013 a 2016 .

A proposta é do vereador Telo Pinto (PSDB), líder do 3º governo de Bi Garcia. Em tom de desafio à vereadora Maria Alencar, a Nega (PSD), Telo solicitou na terça-feira, 06 de junho, a abertura das CPIs. Bastam quatro assinaturas e estará instalada.

Na segunda-feira Maria Alencar detonou o atual chefe de gabinete de Bi Garcia, Josimar Marinho, que acumula ainda a direção do Hospital Regional Jofre Cohen, envolvido no esquema de desvio de 2 milhões de reais, investigado pela Polícia Federal a pedido do Ministério Público Federal. A denúncia do MPF cita o indiciamento no ano de 2013 o prefeito de Parintins Frank Luiz da Cunha Garcia, ex-secretário de Saúde Josimar Martins Marinho e o ex-secretário de Planejamento, Administração e Finanças Francisco Walteliton de Souza Pinto. “O recurso deveria ser destinado à compra de insumos. A denúncia compreende os anos de 2011 e 2012. Assim, demonstro minha indignação em tomar ciência de que o diretor interino nomeado para dirigir do Hospital Regional Jofre Cohen, também Chefe de Gabinete da Prefeitura de Parintins, é um dos envolvidos nessa denúncia”, afirmou Nega.

Já Telo, ao desafiar a vereadora Maria Alencar (PSD) e os demais vereadores a assinar a abertura das CPIs, pretende trazer a verdade ou mentira de Bi Garcia e Alexandre da Carbrás à tona. “Vamos ver quem tem coragem de assinar e quem verdadeiramente roubou e fez desmandos no município de Parintins. Vamos ver quem fez desmandos na saúde pública em Parintins. Eu estou como líder do governo pedindo a abertura de duas CPI’s para expor os desmandos e desvios de recursos que houve dentro do Hospital Jofre Cohen, dentro da Secretaria de Saúde, enfim, vamos ver quem roubou o município. Vamos ver quem tem panos pra manga para aguentar”, afirmou.

Telo aproveitou para esclarecer ser arrolado como testemunha no processo do Ministério Público Federal sobre denúncia de desvio de verba de R$ 2 milhões referente ao repasse destinado ao Hospital Regional Jofre Cohen, porém não cometeu crime algum. “Continuo indignado com isso e vou continuar me defendendo nesse processo, porque eu não roubei nada”, destacou.

Como é mês de junho e o recesso parlamentar está próximo, as CPIs contra Bi Garcia e Alexandre da Carbrás trarão mais “fortes emoções” nas férias dos vereadores. De arquibancada a população deverá acompanhar o trabalho dos edis, para o serviço não virar pizza, ou simples ameaça entre o líder do atual governo e a vereadora da oposição. Pois, se teve roubo, a população merecer saber quem roubou mais: Bi ou Carbrás…

(Com Hudson Lima/Parintins Amazonas)

Roberto Brasil