CPI do BNDES terá assessoria técnica da Policia Federal, CGU e TCU

By -
Dep. Marcos Rotta

Dep. Marcos Rotta

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES, que investiga supostas irregularidades em empréstimos concedidos pelo Banco, agora contará com o apoio da assessoria da Polícia Federal, da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

Segundo o Presidente da Comissão, deputado Marcos Rotta (PMDB/AM), receber o auxílio técnico dessas instituições será de grande valia na execução dos trabalhos da CPI.

“Precisamos de pessoas capacitadas para auxiliarem na leitura técnica dos contratos, uma vez que as informações concentram taxas de juros, financiamentos subsidiados, e conteúdo que envolve sigilo de mercado, sendo necessária a participação de quadros experientes desse órgãos que vão colaborar com o desenrolar da comissão”, destacou.

O Presidente informou ainda que o inteiro teor dos documentos recebidos pela CPI estão sendo publicados na página institucional da Comissão.

O parlamentar reiterou a necessidade das parcerias institucionais para leitura técnica das informações que estão sendo recebidas pela comissão, uma vez que as informações concentram taxas de juros, financiamentos subsidiados, outros que envolvem sigilo de mercado e se faz necessária a participação de quadros experientes desse órgãos que vão colaborar com o desenrolar da comissão.

Roberto Brasil