Corpo de Bombeiros informa sobre incêndio em Humaitá

By -

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) em nota enviada informou que houve um incêndio de grandes proporções no município de Humaitá, que teria iniciado em um ônibus da empresa União Cascavel e que teria atingido uma residência próxima ao veículo sinistrado. A corporação tomou conhecimento do fato através de sua assessoria de comunicação social que recebeu imagens através das redes sociais, uma vez que não existe – no momento – uma unidade destacada para aquele município. 

O CBMAM ressalta que existe um planejamento em execução, no qual prevê que em 10 anos a corporação duplique sua atuação no Estado do Amazonas, contemplando dos municípios mais populosos aos menos populosos, incluso o município de Humaitá. O planejamento prevê ainda que as unidades sigam os moldes do que foi proposto e implantado com sucesso em Cacau Pirera (Iranduba) onde está a 5a Companhia Independente Bombeiro Militar e Sede do Comando de Bombeiros do Interior. 

Desde o início do ano 2016, o Comando de Bombeiros do Interior  (CBI) tem realizado trativas com os municípios do Estado para estabelecer parcerias que possam viabilizar a implantação das novas unidades do Corpo de Bombeiros, que não envolvem apenas ações de combate a incêndio e salvamentos, mas também ações preventivas, educacionais e sociais como é o caso do Programa Educacional Bombeiro Mirim  (PROEBOM), formação de brigadas e cuidados com a melhor idade (Programa Terceira Chama). 

No entanto a crise econômica quanto a crise política, que envolveu toda a nação, e, nestes últimos meses, as diversas limitações de gastos por conta das eleições, impediram o avanço de medidas importantes que contribuiriam com o desenvolvimento desse planejamento e implantações de mais unidades de proteção civil e meio ambiente do CBMAM nos demais municípios do Amazonas. Não obstante, para tal implantação, se faz necessário o ingresso de efetivo para compor as fileiras da corporação. Sem um aumento do efetivo, não há como promover a criação de novos postos.  

A despeito disso, o Corpo de Bombeiros não se mantém inerte, pelo contrário, a corporação mantém, com recursos próprios, a formação de centenas de brigadistas nos mais diversos municípios, sendo esses normalmente listados dentre os contratados e funcionários dos municípios interioranos, além de centenas de voluntários.   

Para se ter uma idéia, o CBMAM já formou mais de mil brigadistas no interior, o que nos permite ter uma mobilidade em combates a incêndios em vegetação, um tipo de ocorrência mais comum nesse novo semestre.

*Com informações da assessoria

Roberto Brasil