Coreia do Norte simula ataque de míssil aos Estados Unidos

By -

As homenagens na Coreia do Norte que marcaram o 105º aniversário do avô do líder Kim Jong-un impressionam pela simulação de um ataque com mísseis balísticos intercontinentais aos Estados Unidos. O vídeo que mostra a cena foi divulgado pela emissora de TV estatal nesta terça-feira (18), ao promover um concerto de música para demonstrar a grandiosidade militar norte-coreana.

Durante a apresentação do coral estatal no último domingo, o telão atrás do espetáculo mostra o laçamento de mísseis que depois atravessam o mundo até atingirem uma cidade americana não identificada.

Ao final do ataque fictício, é possível ver a bandeira americana em meio a chamas com um cemitério em segundo plano.

A celebração contou com a presença do líder da Coreia do Norte e de oficiais do Exército Popular Coreano (KPA), que reagem à simulação com muitos aplausos.

De acordo com a emissora estatal, os convidados assistiram fascinados às performances das músicas que honram o país, como “Glória ao Partido dos Trabalhadores da Coreia”, “Nós desejamos boa saúde ao líder supremo” e “Soldados vivem próximos ao General”.

A Coreia do Norte fez um teste de lançamento de míssil no último sábado (manhã de domingo no horário local) perto de Sinpo, na costa Leste, mas falhou, disseram autoridades do Ministério da Defesa da Coreia do Sul. O Comando do Pacífico dos EUA confirmou a informação e disse que o armamento norte-coreano explodiu quase imediatamente após ser disparado.

A tentativa de lançamento ocorre após o país realizar um desfile militar em sua capital, Pyongyang, celebrando o “Dia do Sol”, que comemora a data do nascimento do líder fundador da dinastia, Kim Il-Sung — avô do atual líder norte-coreano. O regime de Kim Jong-Un usou a data para demonstrar força e enviar uma mensagem a Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul sobre a sua capacidade militar. O Globo

Áida Fernandes