Cordéis e humor contra a homofobia estarão no 59º Festival Folclórico do Amazonas

By -

IA - 22-07-15 - 59º FESTIVAL FOLCLÓRICO DO AMAZONAS (2)

Nesta quinta-feira, 23, a partir das 20h, o público que for prestigiar o 59º Festival Folclórico do Amazonas, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA), vai conferir apresentações de quadrilhas tradicionais, cômicas e de danças nordestinas.As atrações vão levar ao público um espetáculo com temas de conscientização e diversão, como a readaptação da novela “Cordel Encantado”; uma  homenagem a história do cangaço em Manaus e a quadrilha cômica “Biba boys” que irá levantar a bandeira contra a homofobia utilizando o humor e a dança.

IA - 22-07-15 - 59º FESTIVAL FOLCLÓRICO DO AMAZONAS (1)

As apresentações fazem parte da categoria prata do 59º Festival Folclórico do Amazonas. O festival é realizado pela Prefeitura de Manaus por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), em parceria com o Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

A quadrilha tradicional “Explosão na Roça” abre a noite de apresentações às 20h e segue até às 20h40. Em seguida, às 20h45, a arena é tomada pelo humor com a quadrilha cômica “Biba boys”. Neste ano a quadrilha comemora 15 anos e a representante Regina Vieira destaca que para o festejo foi preparada uma coreografia especial com pessoas vestidas de arco-íris. “Estamos muito felizes e ansiosos para esta grande noite. É a primeira vez que participamos do festival e queremos fazer um belo espetáculo” disse. “Temas relevantes como “LGBT” e “Homofobia” serão abordados pelo grupo de forma simples e bem humorada, sem preconceitos, para que todos entendam”, completou Vieira. A apresentação será até às 21h25.

Logo em seguida, a “Mocidade na Roça” entra em cena com a quadrilha tradicional. A apresentação da agremiação será das 21h30 até às 20h10. Após, a dança nordestina invade o festival através de “Cabras de Lampião” às 22h15, com o tema “As mulheres no Sertão dos Cabras de Lampião”. “Pretendemos contar a história de três mulheres que foram as pioneiras do cangaço em Manaus, são as “Marias Bonitas” dos festivais nas décadas de 70, 80 e 90:  dona Bia, a dona Leila Mara e a dona Socorro Trindade.” destaca o coordenador do grupo, Pedro Vilhena. O último ensaio da agremiação será na noite desta quarta-feira, com entrada gratuita na Quadra Esportiva da Raiz, na Av. Costa e Silva, Cachoeirinha. Ao todo mais de 100 pessoas estão envolvidas na apresentação.

IA - 22-07-15 - 59º FESTIVAL FOLCLÓRICO DO AMAZONAS (3)

 E para encerrar a noite de espetáculos no CCPA, a quadrilha tradicional “Sete quedas na Roça” que se apresentará das 23h até às 2340, trará ao público presente uma readaptação da novela da Rede Globo “Cordel Encantado”. Como na novela, os brincantes trarão o cenário do sertão brasileiro e um romance narrado como um conto de fadas, em forma de literatura de cordel.

A mostra competitiva da categoria prata encerra no dia 24, mas o festival ainda terá a mostra não-competitiva nos dias 24 e 25, onde os grupos poderão se apresentar em busca de uma vaga na competição oficial de 2016. O resultado dos vencedores da categoria prata deve sair logo após o término do festival. A categoria ouro foi coordenada pela SEC. A programação completa está no site da Manauscult:www.manauscult.manaus.am.gov.br

Mario Dantas