Conselho da APA Tarumã-Ponta Negra realiza primeira reunião do calendário 2017

By -

O Conselho da APA Tarumã-Ponta Negra, presidido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e formado por representantes de instituições públicas e da sociedade civil, realizou nesta quarta-feira, 8, a primeira reunião do calendário 2017.

 

O encontro teve como pautas a aprovação do calendário anual de reuniões ordinárias e o planejamento das ações do conselho para 2017, com foco especial na elaboração do termo de referência para a elaboração do Plano de Gestão da APA.

 

O conselho tem como finalidade discutir os assuntos pertinentes à proteção do patrimônio socioambiental e cultural da maior da APA Tarumã, que é a maior de todas as unidades de conservação do município, com 22,6 mil hectares de extensão.

 

Representando o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson Oliveira Júnior, a subsecretária Aldenira Queiroz abriu a reunião, ressaltando a importância do conselho na consulta de temas relativos à qualidade de vida da população da região do Tarumã, seja na área urbana ou rural.

 

Umas das ações destacadas pelos conselheiros foi o desenvolvimento do Projeto Troca de Saberes, na comunidade Nova Esperança, situada às margens do Igarapé do Tiú, um dos principais afluentes do Igarapé Tarumã-Açu. Nesta quinta-feira, 9, acontecerá uma amostra dos resultados obtidos junto aos moradores que participaram das palestras e oficinas realizadas pelo projeto.

 

A reunião foi marcada também por uma homenagem à conselheira Paula Aliomar Ribeiro Beltrão, representante da comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, na margem direita do Igarapé Tarumã-Açu, pelos relevantes trabalhos desenvolvidos em favor da unidade. A conselheira, que se encontra acometida por problema de saúde, foi representada pelo marido Alexandre Beltrão, que recebeu certificado de menção honrosa pelas ações da esposa.

 

Estiveram presentes à reunião os representantes da União Nacional por Moradia Popular, Movimento Amigos da Zona Norte e Região Metropolitana, Movimentos Amigos da Zona Oeste, Movimento Amigos do Estado do Amazonas, Associação de Moradores da Comunidade Nova Esperança, CoopAcamdaf (Cooperativa da Associação dos Canoeiros do Tarumã), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mario Dantas