Comunitários do Tupé terão aulas de inglês para recepcionar turistas

By -

comunitarios-rds-tupe-ingles 01Comunitários da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé terão a oportunidade de aprender noções básicas de conversação em inglês com o curso que será oferecido na unidade de conservação pelo Programa Olimpíadas, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).

O curso terá carga horária de 36 horas/aula e visa possibilitar aos ribeirinhos um conhecimento básico da língua inglesa, com foco na realidade da RDS, que lhes permita um contato com os turistas estrangeiros que visitarão a reserva, principalmente no período dos jogos das Olimpíadas, em junho.

comunitarios-rds-tupe-ingles 02Estão inscritos 40 moradores das seis comunidades que integram a RDS. A iniciativa conta com a parceria da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), órgão gestor da reserva.

Uma equipe formada por representantes dos três órgãos realizou uma visita à comunidade do Livramento, onde o curso será ministrado para conhecer a realidade da comunidade e as principais demandas dos ribeirinhos em relação ao receptivo turístico.

comunitarios-rds-tupe-ingles 05Também participarção do curso canoeiros da Cooperativa dos Profissionais de Transporte Fluvial da Marina do Davi (Acamdaf). “Os moradores das comunidades estão entusiasmados com o curso e se organizaram antecipadamente para participar, tendo em vista que para eles é uma oportunidade de melhorar o atendimento ao visitante local e estrangeiro por meio de projetos que incentivem a sustentabilidade do turismo de base comunitária da reserva”, afirmou o gestor da RDS, Elves Haeser.

De acordo com a coordenadora do Programa Olimpíadas, Rafaela Costa, o curso será oferecido duas vezes por semana, com aulas às terças e quintas-feiras, das 8h às 11h. O início das aulas acontecerá no dia 14 de junho, se estendendo até o dia 21 de julho. Segundo Rafaela, o contato prévio com a comunidade permitiu a elaboração de uma apostila onde serão abordadas as principais necessidades de conversação apropriadas ao turismo desenvolvido na área.

comunitarios-rds-tupe-ingles 03“Os ribeirinhos serão capacitados a entender e pronunciar frases prontas, saudações iniciais, informações sobre a própria RDS, alimentos, entre outros tópicos da abordagem ao turista”, explicou Rafaela.

A Espi disponibiliza, também, cursos de capacitação que podem ser oferecidos às comunidades, a partir das demandas surgidas, entre eles, o Aprendendo a Empreender, Manipulação de Alimentos e Bebidas e Apresentação de Cardápios.

comunitarios-rds-tupe-ingles 04A RDS do Tupé é formada pelas comunidades Agrovila, Julião, Livramento, Colônia Central, São João do Tupé e Tatulândia. Está situada a 25 quilômetros do Centro de Manaus, do lado esquerdo do Rio Negro, fazendo parte do Mosaico de Áreas Protegidas do Baixo Rio Negro. O local recebe bastante visitantes ao longo do ano, sobretudo durante o Verão Amazônico. Os visitantes apreciam as belezas naturais e a culinária local, com destaque para a Praia do Tupé, na comunidade São João, e o roteiro Tucorin, com caminhadas interpretativas dentro da RDS.

Roberto Brasil