Comissão de Transportes da Assembleia inicia levantamento sobre seguros nas embarcações de Manaus

By -

aleam-comissao-transporte-1O presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Wanderley Dallas (PMDB) e o membro suplente deputado Augusto Ferraz (DEM), estiveram na manhã desta segunda-feira (24) em visita ao Porto de Manaus com o objetivo de verificar a qualidade dos serviços oferecidos aos usuários do transporte aquaviário e, principalmente, identificar se elas possuem algum tipo de seguro para passageiros e cargas, além de para o próprio barco.

Na embarcação “Servo de Deus” os deputados ficaram sabendo que apenas os passageiros possuem seguro e, ainda assim, para acidentes que acontecem dentro do barco. Em caso de um naufrágio, por exemplo, o passageiro não tem como reivindicar nada. “Neste caso, nem a embarcação, nem a carga possuem seguro. Se ocorrer acidente, a perda é total”, confirmou a responsável pela embarcação Silvana da Silva.

Ela afirmou que o barco garante uma viagem tranquila para os passageiros, com boas acomodações, coletes salva-vidas, além de boias-flutuantes, porém enfrenta muita burocracia para conseguir fazer um simples seguro de vida. Silvana Silva sugeriu aos deputados que facilitem o acesso ao seguro.

Wanderley Dallas assinalou que eles estavam ali para buscar informações sobre a segurança do passageiro e da carga, com a proprietária do barco levantando a situação da embarcação que é a mesma, ou seja, também está descoberta. “Embora o bem mais precioso seja a vida, a carga merece atenção e mais segurança para que não haja perda total. Vamos fazer uma análise sobre a situação e criar por intermédio da Comissão um projeto de lei que facilite e dê mais segurança ao dono da embarcação, ao passageiro e para a carga”, observou Dallas.

O deputado Augusto Ferraz adiantou que ele vai apresentar dois projetos de lei solicitando a regulamentação do sistema e a desburocratização que facilite o acesso ao seguro ou a outras ferramentas que garantam segurança aos passageiros e às cargas.

Roberto Brasil