Começa corrida pela prefeitura de Barreirinha nos bastidores

By -
Há 30 anos são os mesmos candidatos na disputa pelo comando do município

Há 30 anos são os mesmos candidatos na disputa pelo comando do município

A cidade de Barreirinha, a Princesinha do Ramos, no Baixo Amazonas, estava na política sossegada na rede até final de 2014. O candidato do grupo do atual prefeito Mecias Sateré é o vice Mário Carneiro, está com a rejeição em alta na cidade, obras inacabadas, paradas e virando ruínas por toda a cidade, processos na justiça, no Tribunal de Contas, recursos que vieram para construir a vila olímpica e nem um prego foi colocado. Correndo por fora o filho Mecias Júnior, o bulete, se isso acontecer o pai teria que renunciar a prefeitura em março de 2016 e deixar a chave do cofre na mão do seu vice. No 1º turno parte do grupo do prefeito  apoiou o candidato Eduardo Braga ao governo, e no 2º o Governador José Melo com isso o grupo do prefeito estaria queimado no Palácio do Governo. Outra alternativa de Mecias é Jecinaldo Sateré militante indígena da maior confiança do prefeito. A diferença entre Jecinaldo e Mário Carneiro, segundo fontes do blog é a aproximação junto à população mais “povão”. Consta que até Mecias já aconselhou Mário a ser mais acessível aos mais humildes.

O prefeito Mecias ainda não se pronuncia sobre o tema de forma oficial, mas nas entrelinhas deixa claro que a máquina municipal é forte, mas precisa de um nome que possa agregar a todos. Nesse final de semana Mecias retoma agendas políticas para realizar diagnostico sobre o processo. Sateré já enfrentou três grandes enchentes na cidade durante o mandato.

O grupo do ex prefeito Gilvan Seixas (PMDB) está apostando as fichas no vereador Glênio Seixas que é do PMDB, seu filho, mas com pouca densidade eleitoral, obteve pouca mais de 400 votos para vereador eleição passada, enquanto seu pai recebeu 4 mil votos. Glênio utiliza os bastidores para detonar os demais adversários e agregar força para unir a oposição dentro do Câmara.

O terceiro colocado na eleição passada José Augusto, o “Nenga”, que obteve mais de 2 mil votos, está sem grupo definido ainda. Apoiou o candidato Eduardo Braga no 1º turno e no 2º o Governador José Melo. Não tem estrutura e nem padrinho político, segundo os coiotes perambula pela ALEAM dizendo para os deputados ser o cara da vez em Barreirinha. No entanto, perdeu apoio dentro da Igreja Católica, que na eleição de 2012 deu de forma indireta apoio logístico no pleito.

A quarta via que surgiu no final de 2014 é um grupo de comerciantes e várias lideranças locais, liderados pelo empresário Fabrício Rocha que é presidente do PTN local. Ele vem unindo os descontentes com as últimas administrações e querem ser protagonista do destino da cidade em 2016.

Há 30 anos são os mesmos candidatos a prefeito em Barreirinha e segundo a fonte a renovação e mudança seria o ponto forte desse grupo onde já atuam na área social da cidade. Recentemente o empresário Fabrício Rocha fez parceria com a empresa de telefonia móvel Claro e a mesma está se instalando no município. O grupo já conta com os apoios dos deputados estaduais Abdala Fraxe e Orlando Cidade ambos do PTN, onde estão buscando o apoio do senador Omar Aziz e do Governador José Melo./// (Hudson Lima – Fotomontagem:Vinícius Ferreira)

Roberto Brasil