Combate à velocidade no trânsito reúne parceiros para lançamento de campanha na segunda-feira, 8

By -

informa-blogdafloresta2014

A Prefeitura de Manaus e o Governo do Amazonas começam na próxima segunda-feira, 8 de junho, uma campanha de prevenção aos acidentes de trânsito envolvendo velocidade excessiva e/ou inadequada, a “Campanha de Combate à Velocidade”. O objetivo principal é buscar reduzir o número de vítimas fatais no trânsito de Manaus, que registrou no ano passado 251 casos, cinco a menos que em 2013.

A programação de lançamento da campanha vai acontecer na próxima segunda-feira, com uma blitz de trânsito, às 9h, na avenida Torquato Tapajós, próxima ao Clube Municipal, e as atividades seguirão até o dia 25 de junho com programação educativas  para pedestres, curso de pilotagem defensiva para mototaxistas (Projeto Condutor) e blitz de trânsito para condutores.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que a campanha faz parte do plano de ação local do Projeto Vida no Trânsito, que estabelece a realização de ações integradas entre secretarias municipais e estaduais de Saúde, Trânsito, Transporte, Infraestrutura, Segurança Pública, entre outros órgãos e entidades, para subsidiar gestores na formulação das políticas de prevenção a acidentes de trânsito.

“Durante o período da campanha, a meta é sensibilizar os condutores sobre o alto risco de acidentes de trânsito graves e fatais, envolvendo a velocidade alta ou inadequada, contribuindo para a conscientização dos motoristas para a importância da prevenção aos acidentes”, afirmou Homero de Miranda Leão.

A campanha que se iniciará na próxima semana foi planejada a partir da análise de 113 acidentes de trânsito com vítima fatal que foram selecionados para uma análise da Subcomissão de Análise e Qualificação dos Dados do Projeto Vida no Trânsito, e que ocorreram em Manaus nos primeiros trimestres de 2012 e 2013, e que tiveram como principal fator a velocidade excessiva e/ou inadequada, correspondendo a 28% das ocorrências. Os dados indicaram que as maiores vítimas nesse período foram ocupantes de motocicletas (41,7%), seguidos por pedestres (33,4%), ocupantes de veículos leves (14,6%), ciclistas (6,3%) e ocupantes de veículos pesados (4,2%).

O trabalho educativo e as ações de fiscalização irão ocorrer nas vias onde foram observados os maiores índices de acidentes: avenida Torquato Tapajós; avenida Governador José Lindoso/avenida das Torres; avenida do Turismo; avenida Autaz Mirim; e Alameda Cosme Ferreira.

‘Vida no Trânsito’

No Brasil, a mortalidade e hospitalizações decorrentes de acidentes de trânsito se configuram como um problema de saúde pública e o Ministério de Saúde lançou o Projeto Vida no Trânsito, em 2010, para subsidiar gestores nas políticas de prevenção a acidentes de trânsito com vítimas graves e fatais por meio de ações intersetoriais.

Em Manaus, o projeto desenvolve uma série de ações, qualificando e integrando informações de várias instituições sobre as lesões e mortes causadas pelo trânsito, identificando os fatores de risco principais e os grupos de vítimas mais vulneráveis.

Mario Dantas