Combate à Hanseníase ganha reforço com mutirão de atendimento dermatológico

By -

hanseniase-mutirao-01Moradores do bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste, receberam neste sábado, 30, um Mutirão de Atendimento Dermatológico. A ação faz parte da programação alusiva ao ‘Dia Mundial de Combate a Hanseníase’, instituído pela Organização Mundial de Saúde. Sempre no último domingo janeiro, a data tem o objetivo de conscientizar a população e reafirmar o compromisso de luta contra a doença em países endêmicos.

Desde o início do Mutirão, que foi resultado de uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Fundação Alfredo da Matta (Fuam), foi grande a procura pelos serviços oferecidos. Triagem dermatológica, consultas com especialistas, teste rápido para HIV e Sífilis, aconselhamento pré e pós-teste e palestras educativas estavam à disposição da população que compareceu à Policlínica Antônio Aleixo.

hanseniase-mutirao-04“Fizemos uma intensa divulgação, por meio de cartazes e carro de som, aqui no bairro e em outros adjacentes. Vamos atender a todos que vierem, até à noite se for o caso. As fichas, porém, serão distribuídas até às 13h”, explicou a Chefe do Núcleo de Controle da Hanseníase, Eunice Idelfonso Jácome, estimando um total de 800 atendimentos.

hanseniase-mutirao-02Jácome informou, ainda, que na última edição do Mutirão, que aconteceu no ano passado, no bairro Cidade Nova,foram realizados 1.243 atendimentos. Destes, 363 foram exames dermatológicos, 285 consultas médicas, 140 aconselhamentos, 140 testagens para Sífilis e HIV. Confirmados três casos novos de hanseníase, 12 de sífilis, cinco de psoríase e um com HIV+.

hanseniase-mutirao-03Ao saber da realização do Mutirão, a moradora do bairro Jorge Teixeira, Silvana Rodrigues, levou o sobrinho que tem um sinal para que um especialista pudesse avaliar. “Pra mim, esta oportunidade foi maravilhosa. Tem muitos profissionais aqui disponíveis e estão nos atendendo muito bem. Meu sobrinho já passou pelo médico e foi encaminhado para a Fundação Alfredo da Mata para a retirada do sinal”, comemorou a tia, com o documento nas mãos.

Roberto Brasil