Comandante da Polícia Ambiental de São Paulo ministra aula sobre investigação de incêndios criminais florestais no Amazonas

By -

amb1

O Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) que realiza desde o dia 10 de outubro, o curso de Especialização em Policiamento Ambiental, recebeu como instrutor do evento, o comandante de Policiamento Ambiental do Estado de São Paulo (CPAmb-SP), o coronel PM Rogério Xavier.

O coronel Xavier veio a Manaus ministrar a disciplina “Investigação de incêndios criminais florestais”, além de proporcionar a integração entre as duas polícias especializadas em meio ambiente. O oficial trouxe para o Amazonas, que é dono possui uma das maiores diversidades biológicas do mundo e que deve ser preservada, a experiência adquirida na vivência que tem por trabalhar nesses casos de incêndios criminais, em São Paulo.

“Trazemos com o curso experiências como a vivida pelos policiais ambientais de SP (a corporação é uma das mais antigas das Américas) no combate aos desmatamentos e incêndios florestais aqui para o Amazonas, ou seja, mostrar a relevância do trabalho dos policiais, no caso quando o crime se dá com uso do fogo, que deixa vestígios, e o policial com esse conhecimento pode fazer pequenas diligências e investigação para apontar as características, dimensão, poder do fogo, e partir daí verificar uma eventual responsabilização dos seus autores”, explicou.

O coronel PM Xavier alertou, justamente, para a grande riqueza biológica que a região amazônica possui e salientou que quando bem preservada, o ganho é de toda a sociedade. “Viemos aqui para compartilhar o conhecimento que a polícia ambiental de São Paulo desenvolve pautada no saber científico e na tecnologia para com os policias ambientais do Amazonas, ao passo de que me senti muito engrandecido de conhecimento da região amazônica porque pra quem gosta de meio ambiente aqui é um celeiro gigante”, finalizou o coronel, que atua na PM de São Paulo há mais de 25 anos.

Curso de Especialização em Policiamento Ambiental

A Polícia Militar do Amazonas iniciou no dia 10 de outubro o curso de Especialização em Policiamento Ambiental, que segue até o dia 16 de dezembro. O objetivo é capacitar e qualificar os servidores públicos estaduais, da PM, da Polícia Civil e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para atuarem nas mais diversas ações ambientais.

O Curso tem carga horária de 530 horas, e deve capacitar em trono de 30 policiais militares. Espera-se, com o evento, formar monitores que possam transmitir o aprendizado para os colegas nos próximos cursos, além de qualificar esses policiais para as ações no terreno.

O curso tem parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Ipaam, Exército Brasileiro, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Marinha do Brasil. Os policiais ainda vão ter aulas de direito ambiental, técnicas policiais, legislação ambiental voltadas a crimes contra a fauna e flora Amazônica.

Segundo Major da PM do Amazonas, Renato Schmitz, comandante do Batalhão Ambiental local, o curso é importante para termos um policial mais qualificado, preparado para atuar nas ações ambientais, visto a grande necessidade desse profissional da segurança pública.

 

Mario Dantas