Com 17 votos favoráveis, projeto que cria Conselho Municipal de Juventude é aprovado

By -
Ver. Elias Emanuel

Ver. Elias Emanuel

Um projeto de lei que cria um Conselho Municipal de Juventude foi aprovado hoje e deverá ser sancionado em breve pelo prefeito de Manaus Artur Neto (PSDB). Amplamente discutido, o projeto foi aprovado com 17 votos a favor e 05 contrários. O conselho será voltado para a elaboração e execução de políticas públicas para a juventude, possibilitando aos jovens maior inserção na sociedade por meio de atividades culturais, políticas e sociais.

O ponto mais debatido foi sem dúvida a participação do movimento LGBT no CMJ, causando certo desconforto a parte da banca evangélica que não apoiou a decisão da maioria. Para o líder do prefeito, Elias Emanuel não existe justificativa para deixá-los de fora. “Qual seria a desculpa que nós usaríamos perante a sociedade, em que todos os outros movimentos estão representados, mas não há um representante do movimento LGBT? Entendo que trabalhar a representatividade em favor da juventude inclui todas pessoas da sociedade”, disse o vereador.

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, Wilker Barreto (PHS), aproveitou para lembrar os parlamentares que o Brasil é um país laico e que, portanto, todos têm direito e voz. “Nós vivemos em um país livre e faz parte do nosso mandato trabalharmos com temas que nem sempre concordamos. Apesar de não poder votar não tenho como negar que existe representatividade e tem pessoa jurídica”, afirmou o presidente.

O vereador Elias ao pedir o voto favorável dos colegas, observou a importância de se analisar o projeto como um todo. “Não entendo que com esse conselho iremos criar distorções para a juventude de Manaus. A nossa visão deve ser de magistrados quanto à essa questão, não podemos pender para um lado porque aí, ela vai perder o sentido”.

Ainda segundo a liderança do prefeito assuntos voltados a juventude poderão ser debatidos por toda a sociedade civil e soluções criadas. O Conselho será composto por 15 representantes do Poder Público Municipal, sendo um da Semjel, Semed, Semtef, Semsa, Semmas, Semmasdh, Semcom, Semad, Seminf, Implurb, ManausCult, SMTU, Manaustrans, Casa Civil e Câmara Municipal de Manaus.

As atividades promovidas pelo Conselho Municipal de Juventude, serão amparadas em pela  Lei nº 12.852/2013, no Estatuto Nacional da Juventude.

Mario Dantas