CMEI Dilsen Alves encerra projeto de Educação Fiscal

By -

cmei-educacao-fiscal-03Um dia de ação cidadã com a participação de mais de 180 pessoas, entre alunos, pais, responsáveis e convidados, o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dilsen Alves, localizado no bairro Coroado III, zona Leste, realizou, no último sábado (30), o encerramento do projeto “Educação Fiscal 2015”. Este foi o primeiro programa finalizado do trimestre pela unidade escolar e teve como suporte pedagógico o projeto já existente na instituição: “O menino e o dinheiro: cidadãos contribuintes, educandos e independentes financeiramente”.

Os pais, responsáveis e convidados puderam conhecer mais os trabalhos das crianças, visitando as salas temáticas que tinham dramatização de histórias, batidão da alimentação, poesia sobre os direitos das crianças, poema sobre lixo, entre outros.

cmei-educacao-fiscal-01Com uma performance bem humorada, os Garis da Alegria, da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), realizaram uma performance teatral, orientando a importância do descarte correto do lixo e higiene pessoal. Ao final, todos receberam uma cartilha e folder sobre o projeto de educação fiscal.

A escola realizou, durante o primeiro trimestre, várias atividades, orientando a comunidade acadêmica sobre educação fiscal e também a financeira. A equipe pedagógica trabalhou com a exibição de vídeos, historinhas, excursão em um mercadinho no bairro, com a participação dos pais para saber os preços dos produtos e realizar compras. Além disso, foi feito um “dia de apagão” no CMEI, em que os alunos tinham que saber como reagir se ficassem sem água, energia elétrica, entre outros, serviços.

cmei-educacao-fiscal-02“Nós adotamos há três anos o programa porque acreditamos que desde a Educação Infantil, nós podemos sensibilizar nossas crianças para todas as temáticas ligadas a cidadania. Esperamos com isso, prepará-los para serem bons cidadãos”, afirmou a gestora da escola, Adria Marinho da Silva, que destacou ainda a parceria das secretarias municipais de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Saúde (Semsa) no encerramento das atividades.

A disseminadora do projeto Educação Fiscal do CMEI, Mirian Araújo da Silva, explicou como foi realizado o projeto com as crianças e com os pais. “Trabalhamos valores, a importância da preservação do alimento, da merenda escolar, da água e da energia. Foi importante para eles saberem o porquê de cobrar a nota fiscal nos locais de compra com seus pais. Eles ficaram sabendo que por meio da nota podem ter mais saúde, transporte, segurança”, relatou.

cmei-educacao-fiscal-04Satisfeita com a oportunidade de sua filha, Isabelly Laureny Lopes da Silva, 5, aluna do 2º período, a universitária Rosângela Lopes da Silva elogiou o projeto desenvolvido pela escola.

“É muito bom tudo isso porque fiquei sabendo que no momento em que vamos às compras temos que pedir a nota fiscal para que o poder público possa reverter em benefícios. Acho muito bom para minha filha aprender tudo isso, porque depois ela vai levar para vida dela quando adulta”, observou.

Roberto Brasil