Clima esquenta na Aleam após mudança na posse de Amazonino

By -

A posse do governador-eleito, Amazonino Mendes (PDT), que inicialmente estava prevista para o dia 5 de outubro, na Assembléia Legislativa do Amazonas (Aleam), foi adiada para o dia 10. A mudança, anunciada na manhã desta quarta-feira (20), pelo presidente em exercício, deputado Abdala Fraxe (Podemos), gerou uma acirrada discussão entre Fraxe e o deputado Bosco Saraiva (PSDB), no plenário da Casa legislativa. Bosco é vice-governador-eleito na chapa de Amazonino

Abdala Fraxe afirmou que a alteração foi decidida pela Mesa Diretora da Aleam, após reunião dos seus integrantes, ao que Bosco indagou, “Por que Vossa Excelência não me chamou?”

“Porque Vossa Excelência não compõe a Mesa Diretora!”, respondeu Fraxe.

Durante o bate-boca, o deputado Bosco Saraiva ameaçou paralisar a sessão, e disse que Fraxe desrespeitou a democracia, o povo do Amazonas e a própria palavra.

“Você não vai mudar a data, acertada comigo, com testemunhas! Esta sessão não vai continuar, enquanto Vossa Excelência não honrar sua palavra! Vossa Excelência não vai fazer a Assembléia a câmara de Odorico Paraguaçu! Respeite a cadeira em que homens honrados sentaram!”, disse.

Em resposta, Abdala Fraxe disse que Bosco não iria “ganhar no grito!”

Amazonino Mendes foi eleito com 59,21% dos votos na eleição suplementar de agosto último, em segundo turno, no dia 27, concorrendo com Eduardo Braga (PMDB), que teve 40,79% dos votos.

A eleição marcada por uma forte abstenção e recorde de votos nulos e brancos.

Por Rede Tiradentes

Roberto Brasil